Significado de Bom Senso

O que é Bom Senso:

Bom senso é uma qualidade que reúne as noções da razão e da sabedoria, caracterizando as ações que são tomadas de acordo com as regras e costumes adequados para determinado contexto.

Quando se diz que um indivíduo age com bom senso, significa que utiliza de argumentações e atitudes racionais para poder fazer julgamentos e escolhas assertivas, de acordo com os padrões morais de uma sociedade.

Bom senso também pode ser a forma “espontânea” de filosofar dos indivíduos, ato este conhecido como “filosofia de vida”, onde supõe-se certa capacidade de organização e independência de quem analisa a experiência de vida cotidiana e da vida alheia.

Para Aristóteles, o bom senso é "elemento central da conduta ética, uma capacidade virtuosa de achar o meio-termo e distinguir a ação correta, o que é em termos simples, nada mais do que bom senso”.

No mundo, não existe verdade absoluta em qualquer conhecimento ou atividade humana, portanto é importante que os indivíduos tenham bom senso para fazerem suas escolhas e em aprender o máximo possível sobre técnicas, ferramentas e metodologias importantes para a tomada das suas decisões.

Ver também a diferença entre senso e censo.

Bom senso e Senso comum

O bom senso é muitas vezes confundido com o senso comum. O senso comum pode refletir muitas vezes uma opinião errônea e preconceituosa sobre determinado assunto, enquanto o bom senso é ligado a ideia de sensatez, a intuição de distinguir a melhor conduta em situações específicas.

Saiba mais sobre o significado de senso comum.

Bom Senso e Bom Gosto

Bom senso e bom gosto foi uma polêmica literária que ficou conhecida como "Questão Coimbrã" em meados do século XIX em Portugal, e que opôs defensores do realismo e naturalismo aos apoiantes do ultrarromantismo.

Duas das principais figuras deste conflito foram António Feliciano de Castilho e Antero de Quental. Em 1865, Castilho, escritor romântico, censurou e acusou um grupo de jovens de exibicionismo e de falta de bom senso e bom gosto.

Neste grupo estava incluído Antero de Quental, escritor e poeta português, que respondeu com uma carta que saiu em folheto, cujo título foi "Bom Senso e Bom Gosto".

Na carta, Antero de Quental defendeu a independência dos jovens escritores, salientou a importância da tarefa de um poeta em tempos de grandes mudanças e ridicularizou a poesia de Castilho, que considerava fútil e insignificante.

Ver também o significado de Senso

O significado de Bom Senso está na categoria: Geral