Significado de Capitalismo e Socialismo

Compartilhar no Facebook

O que é Capitalismo e Socialismo:

Capitalismo e socialismo são dois conhecidos sistemas político-econômicos que são opostos.

O socialismo consiste em uma teoria, doutrina ou prática social que propõe a apropriação pública dos meios de produção e a supressão das diferenças entre as classes sociais. Este sistema sugere uma reforma gradual da sociedade capitalista, distinguindo-se do comunismo, que era mais radical e defendia o fim do sistema capitalista e queda da burguesia através de uma revolução armada.

O socialismo científico, também conhecido como marxismo, tinha como um dos seus objetivos a compreensão das origens do capitalismo, e anunciava o fim desse sistema. A luta proletária encorajada pelo socialismo científico foi revestida do mesmo caráter internacional do capitalismo e necessitava de uma organização partidária, centralizadora e coesa.

No final do século XIX, todos os partidos socialistas tinham como objetivo a luta por uma sociedade sem classes e acreditavam na substituição do capitalismo pelo socialismo. No entanto, surgiram duas tendências entre os partidos: uma revolucionária, que defendia o princípio da luta de classes e a ação revolucionária, sem aceitar a colaboração com governos burgueses; e a reformista, que aceitava integrar coligações governamentais (social-democracia).

De acordo com a teoria marxista-leninista, a construção do socialismo corresponde ao período transitório que vem depois da queda do capitalismo e que precede o estabelecimento do comunismo.

Por outro lado, o capitalismo tem como objetivo o aumento de rendimentos e obtenção de lucro. Muitas críticas foram feitas em relação a este sistema, pois a concentração e distribuição dos rendimentos capitalistas dependem muito das condições particulares de cada sociedade.

No seu início, o capitalismo foi responsável por graves deformações e conflitos sociais, já que a indústria, pouco desenvolvida, não foi capaz de incorporar organicamente os assalariados, assim como também não foi capaz de minorar a sua insegurança econômica. Só mais tarde, quando houve um incremento na produção de bens, é que se verificou uma elevação significativa no nível de vida dos trabalhadores.

A dinâmica resultante da luta pelo aumento de salários e pela participação de todos os agentes de produção no processo do próprio capitalismo é a principal característica econômica do século XX e originou várias posições. Entre elas está o comunismo radical (com a nacionalização de todos os meios de produção) e a concertação social pelo acordo para a distribuição dos rendimentos entre gestores, capitalistas, operários e serviços.

No fim do século XVIII, vários pensadores denunciaram as deficiências do sistema capitalista, criticando as injustiças sociais inerentes. As críticas surgiram juntamente com soluções alternativas por parte desses reformadores sociais que se denominavam socialistas utópicos. Foi proposta uma ordem laboral e social mais justa, onde os homens poderiam desenvolver a sua inata tendência à solidariedade e à vida associativa.

Diferenças

Estes dois sistemas apresentam muitas diferenças, porque são contrários. Enquanto no capitalismo o governo intervém pouco na economia, no socialismo há uma grande intervenção do governo. O capitalismo favorece quem tem dinheiro, e dá liberdade para criação de empresas por parte dos indivíduos, mas cria classes sociais muito distintas e consequentes desigualdades sociais.

O socialismo tem como visão o bem comum de todos os indivíduos da sociedade, sendo que o governo providencia o que é necessário para os cidadãos. Uma desvantagem desse sistema é que é difícil estabelecer negócios quando tudo é controlado e limitado pelo governo. Outra limitação do socialismo é que a sua implementação é muito complicada, e em vários países socialistas de hoje, as pessoas são exploradas pelos seus governos.

Guerra fria

A Guerra Fria foi o conflito de países que representavam o capitalismo e o socialismo e que procuravam dominar o mundo. Os dois principais intervenientes foram os Estados Unidos (capitalismo) e URSS (União Soviética, atual Rússia). A designação "fria" foi dada porque não houve ataques diretos, apesar do incrível poder bélico dos intervenientes. Um conflito bélico poderia ter consequências catastróficas, podendo mesmo significar a destruição da Terra.

A Guerra Fria terminou no início da década de 90, com a vitória dos Estados Unidos e do capitalismo, o que explica a predominância desse sistema político nos dias de hoje.

O significado de Capitalismo e Socialismo está na categoria: Geral