Significado de Censura

Compartilhar no Facebook

O que é Censura:

Censura é uma palavra com origem no latim censura que significa o ato ou efeito de censurar. Censura também pode ser sinônimo de repreensão ou reprimenda. Além disso, a censura é uma conhecida forma de restrição da liberdade e do conhecimento, normalmente exercida por um regime ditatorial.

A censura também pode consistir em um análise crítica de uma determinada obra literária ou artística, antes de ser apresentada ao público em geral.

Censura pode ser uma condenação por parte de uma Igreja a uma pessoa que não estava de acordo com os princípios estabelecidos. Mais tarde, as principais penas eclesiásticas passaram a ser conhecidas como excomunhão, interdito ou suspensão. A Igreja também censurou determinadas obra literárias, com o objetivo de preservar a fé e a moralidade daqueles que acreditavam.

Muitas vezes a censura era um instrumento usado por regimes de ditadura, como uma forma de impedir que certas informações chegassem ao público geral. Informação leva ao conhecimento, e conhecimento é poder. Assim, um povo que não tem acesso à informação (ou informação "livre"), é um povo enfraquecido, facilmente controlado pelo Governo ditatorial.

A censura pode estar presente na televisão, na música, no cinema ou na internet. Em muitos casos, e nos dias de hoje, um tipo mais leve de censura é feito para impedir que conteúdos impróprios (sexuais ou de linguagem ofensiva) sejam disponíveis a crianças. A censura na internet é mais complicada, porque é um meio onde não é possível exercer um poder absoluto, dificultando o controle dos conteúdos disponíveis.

A expressão "moção de censura" é um mecanismo usado para controlar ou condenar um determinado Governo, quando as suas políticas gerais são consideradas inadequadas.

Censura na Ditadura Militar

Em Abril de 1964, o governo de João Goulart foi derrubado por um golpe liderado por uma força militar. O regime da ditadura militar começou poucos dias depois.

Foram criados atos institucionais que reforçavam o Governo Militar, sendo que o mais conhecido - o AI-5 - foi criado em Dezembro de 1968, e anulava todos os elementos da Constituição de 1967 que poderiam ser usados contra o poder instituído.

Surgiram várias outras medidas, entre elas a criação de um Conselho Superior de Censura, que tinha como objetivo controlar e julgar órgãos de comunicação que não cumprissem as regras estabelecidas. O Correio da Manhã foi um desses órgãos, que acabou fechado em 1970. Alguns autores afirmam que os primeiros censores alistados pela Ditadura Militar eram jornalistas.

A censura ocorria a nível de várias manifestações culturais como cinema, literatura e televisão. Entre 1968 e 1978, centenas de livros, músicas e peças teatrais foram proibidos pela censura.

Muitos artistas foram presos ou exilados, outros viram o seu trabalho ser cortado pela censura. Na vasta lista de artistas mais censurados, estão Caetano Veloso, Elis Regina, Milton Nascimento, Chico Buarque e Raul Seixas, que são alguns dos nomes mais conhecidos.

Apesar da censura, alguns artistas conseguiram contornar a censura através da sua criatividade e genialidade de escrita. Um exemplo claro é a música Cálice, da autoria de Chico Buarque, onde a palavra "cálice" é comparada com "cale-se" e a frase "Pai, afasta de mim esse cálice" pode querer dizer "afasta de mim esse Regime".

O significado de Censura está na categoria: Direito