Significado de Eletricidade

Compartilhar no Facebook

O que é Eletricidade:

Eletricidade é o ramo da física que tem como objeto de estudo os fenômenos relativos à eletrostática, eletrocinética e eletromagnetismo.

Segundo a lei da conservação da energia, é uma das formas que pode adotar a energia e que dá lugar a múltiplos fenômenos, tais como caloríficos, mecânicos, luminosos etc. Baseia-se no movimento das cargas elétricas, estando, portanto, vinculada ao estado dos átomos do material considerado. Este diz-se que se encontra no estado neutro quando há igualdade de cargas positivas e negativas no seu interior, encontrando-se no estado positivo quando há deficiência de elétrons e negativo quando estes estão em excesso. Estes estados dão, por sua vez, lugar ao aparecimento de forças elétricas de atração e repulsão, dependentes do sinal das cargas. A sua intensidade é maior do que a das forças gravíticas, sendo originadas mediante distribuições adequadas daquelas cargas, o que provoca o aparecimento de campos elétricos em seu redor.

O nome eletricidade provém do vocábulo grego êlektron (âmbar), devido ao conhecimento que havia desde a Antiguidade, observado, entre outros, por Tales de Mileto, do fenómeno da atração eletrostática de corpos ligeiros provocada por uma vareta de âmbar previamente friccionada (eletrificação por fricção).

Corrente elétrica

O deslocamento livre de elétrons no interior do material (um metal, por exemplo) provoca a aparição da chamada corrente elétrica, a qual origina efeitos físicos diversos, tais como o efeito de Joule (calorífico), a eletrólise (químico) ou a indução magnética (magnético).

O transporte da corrente elétrica, a qual pode ser, de acordo com a sua forma de propagação, alterna ou contínua, pode se dar igualmente em condições adequadas, no seio de gases e líquidos.

Eletricidade e magnetismo

Existe uma ligação próxima entre a corrente elétrica e o campo magnético, dado que este é gerado pela presença de cargas em movimento e, inversamente, a sua variação pode dar origem ao aparecimento de uma corrente elétrica (indução). A integração dos campos elétrico e magnético origina o campo eletromagnético de cujo estudo se ocupa o eletromagnetismo.

Em 1826, H. C. Oersted descobriu experimentalmente a relação entre a eletricidade e o magnetismo, ao observar o desvio de uma agulha magnetizada, provocado pela influência da corrente elétrica que percorria um condutor colocado na sua proximidade. Um pouco mais tarde, F. Aragó magnetizou uma agulha colocada sob a influência de um condutor enrolado em espiral; entretanto, Ampère descobriu que as correntes se atraem ou repelem ao percorrerem condutores na mesma direção ou em direções contrárias, o que o levou a inventar o eletroíman abrindo assim o campo ao eletromagnetismo.

Em 1831, Faraday iniciou a transformação da energia elétrica em trabalho mecânico (indução eletromagnética), fazendo rodar alguns ímans previamente colocados junto a um circuito, o que permitiu descobrir uma nova forma de gerar eletricidade e demonstrar assim a íntima relação entre esta e o magnetismo.

Eletricidade estática

Eletricidade estática consiste em uma forma de eletricidade que se encontra em equilíbrio ou repouso, e por isso não está se movimentando de um objeto para outro. A área da física que estuda cargas elétricas em repouso é a eletrostática.

O significado de Eletricidade está na categoria: Geral