Significado de Miséria

Compartilhar no Facebook

O que é Miséria:

Miséria significa mendicância, estado de penúria. É uma expressão usada quando pertinente à falta de necessidades básicas para a sobrevivência.

Miséria significa também, lástima, vergonha, quando faz referência à qualidade de um serviço oferecido. Ex: O serviço de saúde pública é uma miséria.

Miséria significa ainda mesquinharia, avareza, que é o apego ao dinheiro, à valorização demasiada dos bens materiais.

A expressão miséria pode ainda ser empregada para determinar um procedimento vil, ou seja, quando um indivíduo pratica algum ato de maldade. Ex.: Ele é um indivíduo miserável.

Miséria é também uma porção diminuta de qualquer coisa, uma ninharia, uma bagatela, Ex: Os empregados recebem uma miséria.

Pode ser usada também para designar uma desgraça, um sofrimento intenso, um infortúnio.

Miséria é ainda usada para definir as fraquezas ou imperfeições humanas. Ex: O vício é uma miséria.

No sentido figurado "uma miséria", é algo insignificante, sem importância, muito ruim.

"Fazer miséria" é uma expressão popular que significa fazer o extraordinário, o admirável, mas também é fazer baderna, desordem e praticar desatinos.

Miséria e desigualdade social

Desigualdade social é a divisão existente na sociedade, a partir do status social do indivíduo. É o resultado da forma como as pessoas vivem dentro de uma nação. É a divisão dos indivíduos a partir das classes sociais, demonstrando a desigualdade existente entre eles, seja ela econômica, profissional ou até mesmo nas oportunidades.

A disparidade de renda entre os indivíduos existe e sempre existiu em todas as sociedades. A desigualdade em excesso é danosa, quando uma parcela expressiva da população é privada das condições básicas de vida, enquanto uma pequena elite vive na riqueza.  Pode-se perceber a diferença entre as pessoas das diversas classes sociais, seja no modo de vestir, de morar e até no grau de influência do indivíduo dentro da sociedade.  A desigualdade social se torna maior para os indivíduos que vivem na extrema pobreza, na mendicância.

Miséria da filosofia

Miséria da Filosofia é um livro escrito pelo filósofo alemão Karl Marx, onde ele faz uma crítica sobre a obra escrita pelo filósofo francês, Pierre-Joseph Proudhon, Sistemas das Contradições Econômicas ou Filosofia da Miséria. Na obra Marx apesar de concordar com as ideias de Proudhon de que a política econômica aplicada levava o trabalhador a uma situação de miséria, discordava dos princípios econômicos descritos, principalmente nas relações diretas entre trabalho e salário.

O significado de Miséria está na categoria: Geral