Significado de Pólis

Compartilhar no Facebook

O que significa Pólis:

Pólis significa cidade-estado. Na Grécia Antiga, a pólis era um pequeno território localizado geograficamente no ponto mais alto da região, e cujas características eram equivalentes a uma cidade. O surgimento da pólis foi um dos mais importantes aspectos no desenvolvimento da civilização grega.

Constituída por um aglomerado urbano, abrangia toda a vida pública de um pequeno território e geralmente encontrava-se protegida por uma fortaleza. Compreendia a totalidade dos cidadãos, exceto os escravos, metecos e membros de populações subjugadas e distinguia-se de outras cidades pelo nome dos seus habitantes.

As pólis foram criadas a partir da desagregação da sociedade homérica, que era constituída pelos genos - comunidades compostas por pessoas com antepassado comum e chefiadas por um pater (chefe patriarca de cada comunidade). As pólis se encontravam já nas primeiras comunidades urbanas da Mesopotâmia e, à medida que aumentavam, podiam chegar a constituir nações ou impérios.

Como as terras eram cultivadas de forma coletiva entre os genos, o crescimento da população desencadeou conflitos por mais terra e alimentos. Foi assim que começaram as lutas em defesa das terras e a formação de fátrias, que mais tarde se organizaram para formar tribos.

O agrupamento das tribos dá início à formação das pólis, que se desenvolvem a partir do século VIII a.C., no Período Arcaico.

A criação da pólis foi favorecida pelo progresso da agricultura, do comércio e pelo aparecimento da indústria têxtil, bem como pela intensificação da vida política. Quando os habitantes de povoações disseminadas transferiram a sua residência para perto das fortalezas, a acrópole se converteu no centro político da pólis.

A pólis era uma organização social constituída por cidadãos livres que discutiam e elaboravam as leis relativas à cidade. Dentro dos limites de uma pólis ficavam a Ágora e a Acrópole, além dos espaços urbano e rural. A agricultura era a base da economia da pólis.

A Ágora era uma grande praça pública, um espaço onde os cidadãos se reuniam para atividades comerciais, discussões políticas e manifestações cívicas e religiosas.

A Acrópole era uma fortificação onde estavam os monumentos, os templos e os palácios dos governantes.

Pólis Grega

Conhecida também pelos antigos cretenses, sírios, fenícios, etruscos e romanos, foi, contudo, na Grécia que se desenvolveu o protótipo de pólis, a partir do século VIII a.C. Atingiu o seu apogeu nos séculos VI - V a.C. tendo Atenas servido de modelo para outras cidades.

Originalmente governada por reis, o regime oligárquico se generalizou, enquanto algumas cidades regressavam à tirania. A pólis, com tendência para a autonomia política, para a veneração de uma divindade própria e para a autarquia econômica, se caracterizou pela existência da ecclesia, da bulé e da heliaia. Nem toda a Grécia possuía esta organização, e nem todas as pólis eram independentes.

Assim, embora sendo a mais importante, a pólis não constituía a única forma de estado entre os gregos. Com a expansão de Roma e da Macedônia, as estruturas da pólis foram paralisando e a partir da época helenística perderam a sua eficácia. Durante o período de domínio romano o seu significado original se modificou.

O significado de Pólis está na categoria: Geral