Significado de Assíndeto

O que é Assíndeto:

Assíndeto é uma figura de linguagem da língua portuguesa que classifica a junção de diferentes orações sem o uso de conectivos.

Neste caso, as orações que não possuem conectores são chamadas de assindéticas e, por norma, separadas por vírgulas ou outros sinais de pontuação.

Uma das justificativas para o uso deste recurso de construção linguística é a sua capacidade de dar maior ênfase as orações, fazendo com que o ouvinte esteja mais focado na ideia central de cada frase, garantindo maior expressividade a mensagem a ser transmitida.

Etimologicamente, a palavra assíndeto é originada a partir do grego asýndetos, que significa literalmente “não unir” ou “desunião”.

Exemplos de assíndetos

Eu tenho uma lista de coisas para fazer: estudar, trabalhar, visitar meus pais, ir ao ginásio, nunca mais chegarei cedo à casa.

Não posso sair; está nevando lá fora.

Chegou atrasado; não tem problema.

“Vim, vi, venci.” (Júlio César)

“Luciana, inquieta, subia à janela da cozinha, sondava os arredores, bradava com desespero, até ouvia duas notas estridentes, localizava o fugitivo, (…)” (Graciliano Ramos)

Assíndeto e Polissíndeto

Ao contrário do assíndeto, o polissíndeto consiste na repetição enfática dos conectivos entre diferentes orações.

Por norma, esta figura de linguagem é usada para atribuir um ritmo mais lento e compassado ao texto, que também ganha um ar de solene. Com o uso repetitivo das conjunções, cria-se uma ideia de acréscimo e continuidade.

Neste caso, normalmente, os conectivos mais usados são: “e”, “nem” e “ou”.

Saiba mais sobre o significado do Polissíndeto.

Exemplos de polissíndetos

Quem me dera poder me divertir novamente, e passear, e sair, e viajar, e rir, e amar.

Não entendo o meu filho: ou chora, ou grita, ou se chateia, ou reclama, parece que nunca está satisfeito.

Meu pai não quer me levar ao parque, nem ao cinema, nem ao museu, nem ao teatro, nem ao zoológico.

Saiba mais sobre o significado das Figuras de Linguagem.

Data de atualização: 19/07/2016.