Significado do Canal da Mancha

O que é o Canal da Mancha:

Canal da Mancha é uma faixa de água que liga o Oceano Atlântico ao Mar do Norte, separando a Inglaterra da França.

No total, o Canal da Mancha tem aproximadamente 563 quilômetros de comprimento, sendo a sua parte mais larga com 240 quilômetros e a mais estreita com 33 quilômetros (local conhecido como Estreito de Dover).

O Canal da Mancha é conhecido por abrigar um túnel subterrâneo (Eurotúnel), localizado sob o leito do mar, com 51 quilômetros de extensão, criando uma ligação entre a Inglaterra e a França.

eurotunelImagem representativa do Canal da Mancha e a localização do Eurotúnel.

O Eurotúnel é duplo e foi inaugurado em maio de 1994. Nos túneis percorrem dois serviços distintos de transporte: a Eurostar (um trem-bala para passageiros e cargas) e o Eurotunnel (um trem que transporta passageiros e veículos).

A movimentação marítima do Canal da Mancha é a maior do mundo, com a circulação média de 250 navios por dia.

Muitos nadadores profissionais que praticam a modalidade de “natação de águas abertas” atravessam o Canal da Mancha a nado, mais precisamente no Estreito de Dover, o ponto mais estreito do canal.

Em 1875, Matthew Webb tornou-se a primeira pessoa conhecida a nadar no Canal da Mancha, cruzando o local em menos de 22 horas.

Em 2004, mais de 600 pessoas foram registradas fazendo uma travessia. O tempo mais rápido foi alcançado pelo nadador Petar Stoychev em 2007,que conseguiu terminar a travessia em 7 horas.

nadador_petarNadador búlgaro Petar Stoychev, que atravessou o Canal da Mancha no tempo recorde de apenas 7 horas.

A formação geográfica do Canal da Mancha

O Estreito de Dover foi formado durante um intervalo glacial. Porém, foi o aumento do nível do mar nos períodos temperados que fez com que o mar invadisse uma brecha e isolasse a Grã-Bretanha.

A erosão do penhasco ampliou o Estreito de Dover antes que outro período glacial chegasse. À medida que o nível do mar caía, os rios das áreas costeiras estendiam seus cursos através da área recém-exposta.

Para chegar ao mar, esses grandes rios - Reno, Tamisa, Meuse e Scheldt - precisavam fluir pelo estreito para se juntar ao rio Canal, que corria pelo chão do que hoje é o Canal da Mancha, em direção a Cap Finistère (na atual França) e do Oceano Atlântico.

Desde a primeira inundação que formou o Estreito de Dover, o isolamento da Grã-Bretanha do resto da Europa aconteceu periodicamente durante eras de alto nível interglacial do mar.

Veja também sobre o Canal do Panamá e o Canal de Suez.

Data de atualização: 15/04/2019.