Significado de Ciências econômicas

Talita Carvalho
Talita Carvalho
Licenciada em Economia

O que são as Ciências econômicas:

Ciências econômicas ou economia é uma área do conhecimento que estuda a atividade econômica de uma sociedade por meio da análise da produção, distribuição, acumulação e consumo de bens e serviços.

O curso de ciências econômicas está classificado na área de Ciências Sociais Aplicadas, isso porque mescla conteúdos das Ciências Humanas e das Ciências Exatas.

Isso significa que o profissional da área deve ter habilidades matemáticas para fazer cálculos e estatísticas, bem como deve ter interesse em questões sociais, políticas e históricas.

A partir desses variados campos de estudo, um economista estuda as relações do homem com os recursos naturais utilizados e transformados por ele para a satisfação de suas necessidades.

A faculdade de economia tem duração de 4 ou 5 anos, a depender da universidade. Ao final do curso, os alunos devem fazer um trabalho de conclusão de curso para obtenção do diploma.

Curso de ciências econômicas

O curso de economia pode variar conforme a instituição de ensino, mas em geral, tem como objetivo dar subsídios para que o profissional seja capaz de analisar conjunturas econômicas e fazer projeções que auxiliem na tomada de decisão das instituições.

A grade curricular do curso traz conteúdos relacionados às áreas mais exatas, como cálculo, matemática e estatística e também disciplinas das áreas humanas, como sociologia, história e filosofia.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), as disciplinas do curso de economia são divididas em dois ciclos, sendo o primeiro referente à formação básica, seguido pela formação profissional.

Ciclo Básico
Introdução à Economia
Contabilidade
Estatística
Matemática
Geografia Econômica
História Econômica Geral
Formação Econômica do Brasil
Instituições de Direito
Introdução à Administração
Introdução à Contabilidade
Ciclo de Formação Profissional
Contabilidade Nacional
Análise Macroeconômica
Análise Microeconômica
Moedas e Bancos
Economia Internacional
Finanças Públicas
Política e Programação Econômica

Entenda mais sobre microeconomia e macroeconomia.

O que faz um economista?

O campo de atuação de um economista é bastante amplo. Esse profissional poderá atuar no setor privado, setor público, instituições financeiras, organizações não governamentais e pesquisa, por exemplo.

Em empresas privadas, os economistas costumam atuar nos setores financeiro e de planejamento. Fazem análises econômicas das empresas e dos cenários e auxiliam na tomada de decisões e investimentos.

Também pode ser atividade de um economista os estudos de viabilidade econômica de um projeto ou negócio. Essas análises buscam indicar a viabilidade e o retorno de investimentos e também podem ser feitas na forma de consultoria.

Muitos economistas trabalham em instituições financeiras, tanto em bancos quanto em corretoras de ações no mercado de capitais.

Entenda o que é o mercado de capitais.

Embora os cursos de graduação não costumem oferecer disciplinas sobre o mercado financeiro em suas grades, é comum que economistas busquem formação complementar para atuar nesse campo.

Há muitas oportunidades para economistas também no setor público. Além das finanças públicas e orçamento, os economistas atuam em áreas de planejamento e análise de políticas públicas.

As políticas públicas são os instrumentos mais importantes para a redução das desigualdades sociais da sociedade, o que deve ser uma das grandes preocupações dos economistas.

Ainda existem profissionais da economia atuando em organizações não governamentais, com projetos voltados para as áreas sociais e também em universidades e instituições de pesquisa.

Independente da área de atuação de um economista, uma característica muito importante para quem pretende seguir essa área é o interesse pela leitura e o constante acompanhamento de notícias.

Entender o cenário econômico e político do país é fundamental para que, no desempenho de suas funções, o economista possa tomar as melhores decisões possíveis.

Saiba mais sobre desigualdade social.

Símbolo do economista

Símbolo economistaSímbolo da profissão economista.

O símbolo do economista é composto por uma roda dentada, que simboliza o trabalho e a indústria e no seu interior um globo azul que faz referência à economia mundial.

No centro há uma folha de acanto, uma planta que simboliza custódia, valor e boa fama. E ainda uma cornucópia, que é um símbolo mitológico que simboliza a agricultura, o comércio e a fortuna.

Veja também o significado de economia.

Data de atualização: 10/12/2019.

Talita Carvalho
Talita Carvalho
Formada em Economia pela Universidade Federal do Paraná e mestranda em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental pela Universidade do Estado de Santa Catarina.