Demografia

O que é demografia?

Demografia é o estudo das populações a partir da análise de fenômenos sociais relacionados com comportamento, movimentação, crescimento ou diminuição da populacional de uma região.

O objetivo de uma análise demográfica é estudar a dinâmica de uma população. Para isso, são coletados e observados dados estatísticos sobre a população, e também são consideradas outras características, como economia, cultura, hábitos, informações geográficas e etnias que vivem no local.

Alguns dos dados principais observados para compreender as populações são: como acontece a sua formação, índices de habitantes, taxas de nascimentos e mortes, quantidade de movimentos migratórios e regiões mais e menos populosas.

Além do contexto geral da população de uma região, a análise demográfica também pode ser voltada ao estudo de grupos específicos, como idosos, indígenas ou migrantes.

Quais os conceitos básicos da demografia?

Os conceitos fundamentais para entender a demografia são:

  • População absoluta: representa o número total de pessoas que vivem em uma região (bairro, cidade, estado, país ou mundo).
  • População relativa (ou densidade demográfica): esse índice mostra a distribuição da população em um local. A taxa é obtida pela divisão entre o valor da população total e o tamanho da área local.
  • Superpopulação: indicação de que uma região tem um elevado número de habitantes, considerando as condições do local para atender as demandas da população. Os dados usados nesse cálculo são as características econômicas, sociais e estruturais da região.
  • Crescimento demográfico (crescimento populacional): é o crescimento da população de uma região. Para determinar o crescimento, o índice leva em conta as taxas de natalidade e de mortalidade.
  • Crescimento vegetativo: é a diferença entre os valores das taxas de natalidade e de mortalidade e mostra o aumento ou a diminuição da população em um período. Esse dado não considera o fluxo de chegada ou saída de migrantes, só fazem parte do cálculo os habitantes que nasceram ou faleceram na região.
  • Crescimento migratório: taxa que demonstra o crescimento da população considerando os imigrantes (quem chega à região) e os emigrantes (quem deixa a região).
  • Taxa de natalidade: é a quantidade de nascimentos que acontece num lugar. O valor é obtido pela divisão entre o número de nascimentos e a população absoluta.
  • Taxa de mortalidade: registra a quantidade de nascimentos de uma região. É calculado pela divisão do número de mortes pela população absoluta.
  • Taxa de mortalidade infantil: representa o número de mortes de crianças de até um ano. É baseada no número de nascimentos registrados.
  • Taxa de fecundidade (ou fertilidade): representa a média da quantidade de filhos por mulher em idade reprodutiva (entre 15 e 49 anos). Essa taxa é uma estimativa feita com base nas médias de nascimento.
  • Migração sazonal: registro do movimento migratório que acontece apenas em determinadas épocas do ano.
  • Migração pendular: é a migração que acontece diariamente, quando os habitantes de uma cidade de deslocam para trabalho ou estudo em uma cidade próxima, retornando ao final do dia.
  • Êxodo rural: é a saída de população originária da zona rural para viver nos centros urbanos.
  • Êxodo urbano: representa a saída de habitantes das cidades em direção à zona rural de uma região.
  • Metropolização: é o crescimento de uma cidade que a faz ser a região central de uma região metropolitana, onde se concentra a maior parte da população e a maior oferta de serviços.
  • Desmetropolização: é um fenômeno que pode ser consequência da metropolização, quando as cidades menores da região metropolitana também se desenvolvem.

A demografia do Brasil

De acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o ano de 2019, o Brasil tem 211 milhões de habitantes. O número é uma estimativa com base no último censo, feito pelo Instituto em 2010.

Densidade demográficaMapa demográfico do Brasil: as zonas mais escuras têm mais habitantes por km2 (Fonte: IBGE).

Características da demografia brasileira

Conforme o IBGE, as principais características da demografia do Brasil são:

  • com base na análise da quantidade de nascimentos, a população cresce em média a cada 20 segundos;
  • as mulheres representam 51,7% da população e os homens são 48,3%;
  • a população é principalmente jovem (32,6% da população tem entre 15 e 59 anos);
  • a população idosa tem aumentado nos últimos anos (5,9% da população tem entre 60 e 94 anos);
  • a expectativa de vida é de 71 anos;
  • 84% dos habitantes vivem em zonas urbanas e 16% vivem em áreas rurais.

Pirâmide idade Brasil

Dados da pirâmide etária do Brasil (Fonte: IBGE - Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD/2018).

A distribuição demográfica nas regiões

A população brasileira é dividida nos estados dessa maneira:

  • Sudeste (41%)
  • Nordeste (38%)
  • Sul (14%)
  • Norte (9%)
  • Centro-Oeste (8%)

A demografia do mundo

Os principais dados da demografia mundial são:

  • atualmente o mundo tem 7,7 bilhões de habitantes;
  • os homens representam 50,4% da população e as mulheres são 49,6%;
  • a população cresce aproximadamente 1,2% por ano;
  • a expectativa de vida mundial de 72 anos;
  • a população idosa tem aumentado, atualmente 9% da população tem mais de 65 anos.

Quais são os países mais populosos?

Os 25 países mais populosos concentram 72% da população mundial (somam 5,6 bilhões de habitantes do total de 7,7 bilhões).

  1. China (1,4 bilhões)
  2. Índia (1,3 bilhões)
  3. Estados Unidos (331 milhões)
  4. Indonésia (273 milhões)
  5. Paquistão (220 milhões)
  6. Brasil (211 milhões)
  7. Nigéria (206 milhões)
  8. Bangladesh (164 milhões)
  9. Rússia (145 milhões)
  10. México (128 milhões)
  11. Japão (126 milhões)
  12. Etiópia (114 milhões)
  13. Filipinas (109 milhões)
  14. Egito (102 milhões)
  15. Vietnã (97 milhões)
  16. Congo (89 milhões)
  17. Turquia (84 milhões)
  18. Irã (83 milhões)
  19. Alemanha (83 milhões)
  20. Tailândia (69 milhões)
  21. Reino Unido (67 milhões)
  22. França (65 milhões)
  23. Itália (60 milhões)
  24. Tanzânia (59 milhões)
  25. África do Sul (59 milhões)

Distribuição demográfica nos continentes

A população mundial é dividida pelos continentes nessa proporção:

  • Ásia (59,3%)
  • África (17,2%)
  • América do Norte e do Sul (13,5%)
  • Europa (9,5%)
  • Oceania (0,5%)

Veja também os significados de:

Data de atualização: 14/04/2020.