Significado de Dengue

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana GuimarãesDoutora em Saúde Pública

O que é Dengue:

Dengue é uma doença infecciosa febril causada por um vírus e transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti, principal vetor da doença.

A palavra "dengue" tem origem espanhola e significa "manha" ou "melindre", referindo-se ao estado em que se encontra o indivíduo doente.

O agente etiológico (causador) da dengue é um arbovírus (vírus transmitido por inseto) do gênero Flavivírus, que pertence à família Flaviviridae. Existem quatro variações ou sorotipos: Den-1, Den-2, Den-3 e Den-4.

A doença é típica de áreas tropicais e subtropicais, onde as condições ambientais favorecem o desenvolvimento do mosquito. A dengue ocorre em todos os continentes, exceto na Europa, onde os surtos da doença são muito raros.

Tipos de Dengue

Existem duas formas ou tipos de dengue: a clássica e a hemorrágica.

Dengue clássica

É a ocorrência mais comum da doença, apresentando-se de forma mais leve. Os sintomas podem ser sentidos por aproximadamente 6 dias e os principais são: febre, dor de cabeça, dores no corpo, nas articulações e atrás dos olhos, náuseas e vômitos.

Os sintomas de mal estar podem durar mais alguns dias mas, se for tratada, a doença tem cura e não oferece risco à vida do paciente. Normalmente a dengue clássica tem evolução benigna e raramente provoca a morte do doente.

Entretanto, é importante estar atento: por se apresentar de uma forma mais branda, muitas vezes a doença é confundida com uma gripe, o que pode atrasar o diagnóstico e o início do tratamento.

Dengue hemorrágica

Também é chamada de febre hemorrágica da dengue ou de síndrome do choque do dengue, sendo a forma mais grave da doença. Causa alterações no processo de coagulação sanguínea do paciente e se não for tratada adequadamente pode levar o paciente à morte.

Além dos sintomas comuns da dengue clássica, há tendência para hemorragias, intensas dores abdominais, pele pegajosa, pálida e fria, agitação, sonolência e dificuldade respiratória.

Se não for tratada corretamente a doença pode levar a algumas complicações, chamadas de síndrome de choque da dengue. Estas complicações podem envolver confusão mental, perda de consciência, desidratação grave e dificuldades cardíacas e respiratórias.

Transmissão da Dengue

A transmissão da dengue ocorre através da picada do Aedes aegypti. Depois de picar alguém infectado o mosquito fica apto a transmitir o vírus após 8 a 12 dias de incubação. O período de encubação da dengue na pessoa infectada pode variar entre 3 e 15 dias.

Aedes aegyptiAedes aegypti - o mosquito transmissor do vírus da dengue

Também pode ocorrer a transmissão mecânica do vírus, quando a picada é interrompida e o mosquito alimenta-se imediatamente de um hospedeiro suscetível que está próximo.

A transmissão não ocorre por contato direto com o doente ou com suas secreções, nem mesmo por meio de fontes de água ou alimento.

Sintomas da dengue

A dengue possui vários sintomas que podem indicar que o paciente está com a doença. Alguns podem variar de acordo com o tipo de dengue (clássica ou hemorrágica). Os principais sintomas são:

  • Febre alta (acima de 39ºC)
  • Dor de cabeça
  • Dores no corpo e nas articulações
  • Vômitos e Náuseas
  • Sonolência

Em algumas situações o doente também pode apresentar:

  • Sangramentos (nariz, gengivas, olhos)
  • Dores abdominais
  • Dificuldade respiratória
  • Mudança na cor da urina

É importante que a pessoa que apresente estes sintomas evite a automedicação. É recomendado que procure rapidamente uma unidade de saúde para obter um diagnóstico correto e receber o tratamento mais adequado.

Tratamento da dengue

Não existe um tratamento específico para a dengue, sendo que as medidas terapêuticas adotadas visam apenas a manutenção do estado geral do doente e o alívio dos sintomas.

Nos casos de dengue clássica as recomendações são: repouso, alimentação leve e ingestão de líquidos para evitar a desidratação. Estas medidas são importantes para garantir a recuperação rápida do paciente.

Medicamentos não indicados no tratamento

O uso de medicamentos derivados do ácido acetilsalicílico usados para combater dor e febre é contraindicado pois podem provocar sangramentos.

Pela mesma razão o uso de alguns anti-inflamatórios (não hormonais) também é contraindicado.

Leia também o significado de Zika.

Data de atualização: 28/03/2019.

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública e pós-Doutorada em Saúde Coletiva pela Universidade de Fortaleza. Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará. COREN 109692