Significado de Dependência química

O que é Dependência química:

É uma condição física e psicológica causada pelo consumo constante de substâncias psicoativas. Devido a constante utilização desses tipos de drogas, o corpo humano torna-se cada vez mais dependente dos mesmo, tendo como consequência sintomas que afetam o sistema nervoso. Quando o indivíduo deixa de consumir, tem a sensação de ressaca, considerado um dos principais motivos que impedem o abandono das drogas por parte dos dependentes.

A dependência varia consoante o vício e a frequência de consumo do individuo. Uma das áreas mais afetadas de um dependente químico é a psicológica, alterando bruscamente a sua maneira de viver e a sua interação com a sociedade.

A dependência química é considerada uma doença crônica, que é causada pela necessidade psicológica da pessoa de buscar o prazer e evitar sensações desagradáveis, causadas pela abstinência.

O crack é uma substância química que causa muita dependência, porque tem um efeito mais imediato que outras drogas, e por isso o seu consumo tem aumentado bastante nos últimos anos. O consumo de crack e de outras drogas pode levar à insanidade, prisão, morte ou ao tratamento.

Sintomas

É possível identificar se a pessoa é ou não dependente química. No caso, para ser considerado um dependente, isso significa que o individuo não consegue passar muito tempo sem consumir a droga em questão, sob a consequência de acusar a abstinência. Todavia é importante salientar que o consumo de drogas normalmente segue um padrão que no fim leva muito rapidamente para a dependência química. Um dos sinais que podem ajudar a identificar, é que o indivíduo sente a necessidade de aumentar a dose da droga para que esta continue a fazer efeito, o consumo torna-se cada vez mais constante apesar de desejar consumir menos, e o sinal mais explícito no que diz respeito a um dependente químico é a abstinência.

Abstinência

Quando o sujeito deixa de usar a droga depois de muito tempo de consumo, o seu corpo vai acusar abstinência ou ressaca. Os principais sintomas de quem acusa abstinência são: irritação, insônia, confusão mental, alucinações, convulsões, desejo muito forte de consumir a droga, desespero, afastamento social, descuido consigo mesmo e com a sua aparência, entre outros.

Quando uma pessoa consome uma droga para relaxar, e esse efeito passa, há um aumento da ansiedade e por isso os efeitos de abstinência são imediatos, causando a necessidade de voltar a consumir a droga para obter relaxamento.

Tratamento

A dependência química é bastante difícil de ser tratada, porque existe um elevado índice de reincidência, muito por culpa da ressaca. Por mais que o sujeito queira parar de consumir, o seu corpo vai necessitar das substâncias causando um grande desconforto, por isso para se recuperar o sujeito vai necessitar de muita força de vontade, sendo muito importante uma estimulação constante para a continuação do tratamento.

O tratamento em si passa por fazer que o individuo deixe de usar as drogas sendo preparado para enfrentar os sinais de abstinência. Na maioria dos casos a dependência é tão forte que o sujeito não pode deixar totalmente o uso das drogas tendo então que reduzir o consumo regularmente até que este chegue a zero. O dependente será tratado de acordo com a droga que consumia e com o grau de dependência em que se encontrava.

O dependente deve sempre ter um acompanhamento especial de um psicólogo e dificilmente se pode afirmar que esteja totalmente curado, porque as recaídas podem acontecer de um momento para o outro, ou devido a alguma situação menos feliz. Outros tipos de medicamentos podem ser utilizado para o tratamento, mas sempre com acompanhamento médico porque também podem causar dependência.

Para a reabilitação de um dependente químico, é essencial ajudá-lo a encontrar atividades que substituam o prazer proporcionado pela droga. Existem várias clínicas especializadas que têm como objetivo ajudar o paciente a construir um novo estilo de vida.

O significado de Dependência química está nas categorias: Geral, Medicina