Significado de Drácula

O que é Drácula:

Drácula é o nome de um dos vampiros mais populares da história, uma personagem fictícia criada pelo escritor irlandês Bram Stoker para o livro “Drácula”, publicado inicialmente em 1897.

De acordo com a história de Stoker, Drácula teria sido um perverso conde da Transilvânia (uma região da Romênia), que teria se transformado em vampiro durante a Idade Média e devastado várias cidades inglesas séculos mais tarde.

Na história de Drácula são descritas todas as suas habilidades especiais, assim como suas fraquezas, o que acabou por traçar o que é considerado o estereótipo contemporâneo comum dos vampiros.

A força sobre-humana, comandar criaturas noturnas, hipnotizar pessoas, entre outras características são exemplos dos poderes pertencentes à Drácula e descritos no conto de Bram Stoker.

Atualmente, a figura do Conde Drácula é uma das mais difundidas por todo o planeta, seja através de adaptações cinematográficas, teatrais, musicais e etc.

O comércio também fatura muito dinheiro como a personagem criada por Bram Stoker, principalmente durante o Dia das Bruxas (Halloween).

Saiba mais sobre o significado do Halloween.

Origem do Conde Drácula

Acredita-se que a personagem do Conde Drácula teria sido inspirada em Vlad III, um sanguinário monarca que viveu durante o século XV.

Conhecido popularmente como Vlad Tepes ou Vlad, “o Empalador”, este príncipe governou a região da Valáquia (atual Romênia), e ficou famoso pelos seus castigos excessivamente cruéis e sanguinários.

O pai de Vlad III – Vlad II – era conhecido como Vlad Dracul, ou seja, Vlad “Dragão”, pois pertencia a um grupo religioso chamado “Ordem do Dragão”. Por ser seu filho, Vlad III recebeu o título de Draculea (o sufixo “ea” significava “filho”), que poderia ser traduzido como “o filho do Dragão”.

Porém, a palavra Dracul também pode ser interpretada como “diabo”, de acordo com a língua romena. Assim, Draculea significa “o filho do diabo”. Este significado era utilizado principalmente entre os inimigos de Vlad III, por causa de sua fama de extrema crueldade e desrespeito pela vida humana.

Vlad III também era conhecido com Vlad, o Empalador devido a sua técnica preferida de matar seus inimigos: o empalamento. Este cruel modo de tortura consistia em enfiar uma estaca de madeira através do ânus ou vagina, fazendo com que atravessasse todo o corpo, perfurando todos os órgãos até atravessar a boca, pescoço ou outra parte da extremidade da vítima.

No entanto, entre os romenos, Vlad III é considerado uma figura heroica, pois foi um grande guerreiro na luta contra a invasão do Império Otomano naquela época, ajudando a impedir o avanço dos muçulmanos para outras regiões da Europa. 

O significado de Drácula está na categoria: Geral