Significado de Energia não-renovável

O que é Energia não-renovável:

Energia não-renovável é a designação dada a um recurso energético que, depois de utilizado, não pode ser regenerado pelo ser humano ou pela natureza em um prazo útil.

Os combustíveis fósseis como o petróleo, carvão e gás natural são exemplos de energia não-renovável, porque um dia se esgotarão. De igual forma, a energia nuclear (urânio) também é um tipo de energia não renovável. O urânio produz uma energia mais eficaz e mais barata que os combustíveis fósseis, no entanto, o seu manuseio é mais complicado, e os dejetos resultantes da sua utilização representam uma maior ameaça para o ser humano.

No panorama atual das fontes de energia, as energias não-renováveis são as mais utilizadas. Uma outra característica deste tipo de energia é o seu potencial para poluição do meio ambiente, pois a sua utilização resulta na libertação de dióxido de carbono, e outros gases tóxicos como o óxido de azoto, de enxofre e hidrocarbonetos. Esses gases são responsáveis pela ocorrência de chuvas ácidas que poluem solos e água. O dióxido de carbono lançado na atmosfera, uma consequência da utilização dos recursos não-renováveis, é um dos principais causadores do efeito de estufa, um dos graves problemas ambientais dos dias de hoje.

Vantagens e desvantagens

Energias não-renováveis apresentam vantagens e desvantagens, sendo que existem mais desvantagens do que vantagens.

Desvantagens:

  • são muito poluidoras (por esse motivo são consideradas um tipo de energia suja);
  • se esgotam rapidamente;
  • têm uma limitação em termos espaciais, tendo origem em locais específicos da Terra;
  • os custos de extração, tratamento e transporte são muito elevados;
  • em muitos casos, só há rentabilidade quando as reservas são de grande tamanho;
  • causam sérias catástrofes ambientais.

Vantagens:

  • apresentam um alto rendimento energético;
  • são facilmente transportados;
  • podem ser utilizados de várias formas;
  • potenciam a criação de muitos postos de trabalho.

Data de atualização: 06/02/2017.