Significado de Êxodo rural

O que é o Êxodo rural:

Êxodo rural é o fenômeno social que resulta na migração da população rural para os centros urbanos, com o objetivo de garantir melhores condições de vida.

O êxodo rural é caracterizado por migrações em larga escala, onde comunidades inteiras abandonam os campos em busca de novas oportunidades, principalmente nas grandes e médias cidades.

Portanto, quando uma ou um pequeno grupo de pessoas migra do campo para a cidade não se configura como um êxodo rural. Este fenômeno é caracterizado apenas quando um elevado número de indivíduos participam deste processo migratório e durante um mesmo período de tempo.

Saiba mais sobre o significado de Êxodo.

Causas e consequências do Êxodo rural

Causas

Um dos principais motivos que levam ao êxodo rural na maioria dos países em que este fenômeno ocorre é o desejo por uma melhor qualidade de vida.

Neste caso, os habitantes das regiões rurais sofrem com a falta de serviços e infraestruturas básicas, como escolas, hospitais e facilidades de transporte, por exemplo.

Além desses fatores, crises climáticas ou desastres naturais podem também ser responsáveis pelo êxodo rural de determinadas localidades.

Consequências

Como consequência do êxodo rural descontrolado, alguns problemas sociais podem surgir nas localidades urbanas que recebem um elevado número de migrantes sem estarem estruturadas para isso.

Favelas e bairros desestruturados surgem a partir da desorganização formada pelas migrações massivas e inesperadas.

Normalmente, com a falta de qualificação profissional e educacional dos migrantes, estes dificilmente conseguem uma vaga no mercado de trabalho das grandes cidades, fazendo com que partam para o subemprego trabalho informal ou, em alguns casos, ilegal.

Outra consequência do êxodo rural é o aumento da marginalização, seja espacial ou social, pois o aumento populacional leva as pessoas a procurarem regiões mais afastadas dos centros comerciais para fixarem residência.

Para evitar essas crises sociais, são necessárias as aplicações de políticas públicas que auxiliem o investimento nas atividades do campo, assim como na produção dos pequenos e médios produtores rurais, além da garantia de uma infraestrutura básica de qualidade nessas regiões (hospitais, escolas, etc).

Saiba mais sobre Favela e Subemprego.

Êxodo rural no Brasil

O ápice do êxodo rural no Brasil aconteceu durante a segunda metade do século XX, com o crescimento das cidades graças ao aumento da industrialização e desenvolvimento de novas tecnologias.

No governo do presidente Juscelino Kubitschek (JK), o Brasil viveu um boom no desenvolvimento industrial e urbano, com a abertura de diversas multinacionais nas regiões Sudeste e Sul do país, predominantemente.

Com isso, muitas pessoas saíram de outras regiões (principalmente a Nordeste) com esperança de conseguir boas oportunidades de emprego nos centros urbanos em crescimento.

A construção de Brasília foi outro grande marco no êxodo rural brasileiro, pois também atraiu diversos indivíduos das regiões Norte e Nordeste.

Êxodo urbano

O êxodo urbano é o processo contrário ao êxodo rural, pois se caracteriza pela migração em massa dos grandes centros urbanos para as zonas rurais ou interioranas.

Este fenômeno começou a surgir em meados da década de 1990, impulsionado pela sensação de insegurança e o elevado custo de vida nas grandes cidades.

Veja também o significado de Urbanização.

Data de atualização: 16/12/2017.