Significado de Hipocromia

O que é Hipocromia:

Hipocromia é o termo usado na hematologia para referir-se à diminuição da coloração dos eritrócitos (hemácias ou glóbulos vermelhos do sangue) devido à deficiência de hemoglobina, caracterizando-se pelo aumento da claridade central das hemácias.

Na dermatologia, o termo hipocromia é usado para designar manchas na pele que são mais claras que a própria pele.

A palavra "hipocromia" vem do grego (Hypo = abaixo e Chroma = cor) e significa literalmente, "de cor desbotada".

Em hematologia, a hipocromia pode ser geral ou afetar apenas uma parte do número de eritrócitos. Surge como resultado da diminuição na produção de hemoglobina sobretudo devido à deficiência de ferro e talassemia. 

De fato, qualquer condição que provoque microcitose (diminuição do diâmetro das hemácias) pode ocasionar hipocromia. 

Normalmente os eritrócitos de crianças sadias são hipocrômicos em relação aos dos adultos.

Alguns exemplos de hipocromia em dermatologia:

  • Manchas pós inflamatórias;
  • Pitiríase alba (manchas localizadas em áreas expostas ao sol);
  • Pitiríase versicolor ou "Pano Branco" (micose);
  • Vitiligo;
  • Leucodermia puntata solar (pequenas manchas ovais que surgem devido ao sol).

Hipercromia

Na hematologia, hipercromia é o termo utilizado para se referir à celula com uma intensidade de coloração maior que a normal, sendo, porém, pouco usado para descrever distensões sanguíneas.

A hipercromia é uma condição frequentemente observada nos esferócitos (células esféricas) e nas células irregularmente contraídas.

Na dermatologia, hipercromia refere-se a manchas na pele que são mais escuras que a própria pele.​

O significado de Hipocromia está na categoria: Medicina