Significado de KGB

KGB é a sigla de Komitet Gosudarstvennoi Bezopasnosti, cujo significado em português é Comitê de Segurança do Estado. Foi a principal organização do serviço secreto da antiga União Soviética, uma das mais temidas e respeitadas do mundo enquanto esteve em atividade, entre 1954 e 1991.

A KGB surgiu durante a Guerra Fria, período de conflitos de ordem política entre os Estados Unidos e a União Soviética.

O comitê era responsável pelo serviço de espionagem soviético, dentro e fora da URSS. Também era responsável pela segurança dos líderes políticos e por guardar as fronteiras do país.

A KGB chegou a ser a maior agência de segurança e espionagem do mundo, contando com quase meio milhão de associados (cerca de 480 mil). Recebia informações de milhões de informantes espalhados por todo os continentes. Seu objetivo era obter segredos dos países ocidentais, especialmente os relacionados à ciência, tecnologia, armamentos e operações militares.

O fim da KGB coincidiu com o desmantelamento da União Soviética e o consequente término da Guerra da Fria.

As organizações russas sucessoras da KGB são:

  • FSB (Serviço Federal de Segurança da Federação Russa), responsável pela segurança interna.
  • SVR (Serviço de Inteligência Estrangeira), especialista na inteligência externa.
kgb
Distintivo da KGB

O atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, após formar-se em direito, entrou para o serviço secreto soviético em 1975.

Na KGB, Putin trabalhou no diretório responsável pela espionagem e contraespionagem internacional, servindo como agente secreto infiltrado em diversos países. Em 1989, estava a serviço na Alemanha, onde assistiu à queda do muro de Berlim, evento que desencadeou o fim da URSS e o encerramento da KGB dois anos depois.

Já na Rússia republicana, em 1998, Putin foi nomeado pelo então presidente Boris Yeltsin diretor do FSB (Serviço Federal de Segurança da Federação Russa).

Veja também: