Significado de Libido

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana GuimarãesEnfermeira Doutorada em Saúde Pública

O que é a Libido:

Libido é o substantivo feminino com origem no latim libido e que é usado para descrever o desejo ou impulso sexual de um homem ou mulher.

No âmbito da psicologia, a libido é fundamental para entender o comportamento humano, porque o condiciona e é vista como a energia que direciona os instintos vitais das pessoas.

Como não está ligada exclusivamente aos órgãos genitais, a libido pode ser direcionada em relação a uma pessoa, objeto, ao próprio corpo ou a uma atividade intelectual.

Já no âmbito da psicanálise, de acordo com Sigmund Freud (1856-1939), a libido consiste em uma energia psíquica que resulta maioritariamente do instinto sexual e que determina o comportamento da vida do homem. Segundo Carl Jung (1875-1961), é uma energia ou força vital psíquica que pode ser amplamente direcionada.

Falta de libido

São vários os motivos podem diminuir tanto a libido masculina como a feminina, sendo que sua queda pode ser temporária ou permanente. A redução da libido pode ser causada por fatores emocionais, biológicos ou mesmo por fatores externos.

Baixa autoestima e alimentação inadequada, por exemplo, podem reduzir a libido em homens como mulheres. Para algumas pessoas, o envelhecimento também pode contribuir para a redução do desejo sexual.

Sabe-se que determinados remédios, que são usados utilizados no tratamento de diversas doenças - entre estes os antidepressivos - podem ocasionar a redução da libido como um efeito colateral.

Há estudos que indicam que alguns hábitos sociais também podem potencializar a redução da libido, como o costume de possuir televisão no quarto de um casal, por exemplo.Fumar e consumir álcool em excesso também são práticas que podem reduzir a libido.

Falta de libido no homem

Nos homens, a diminuição da libido muitas vezes é causada pela diminuição do hormônio conhecido como testosterona. A verificação da quantidade desse hormônio pode ser feita com a realização de um exame de sangue.

A queda na libido também pode ser um efeito secundário de algum medicamento que o indivíduo esteja tomando.

Outro fator que pode causar a diminuição da libido é o stress. Além disso, algumas condições psicológicas como a depressão e ansiedade também podem diminuir a libido.

Leia mais sobre os efeitos colaterais dos remédios.

Falta de libido na mulher

Na mulher, condições como stress, ansiedade e depressão podem igualmente diminuir a libido. Outros fatores como o hipotiroidismo ou a utilização de alguns anticoncepcionais ou tratamentos hormonais também podem causar a diminuição do desejo sexual.

O ciclo menstrual também tem uma grande influência na libido feminina. Normalmente, no período fértil o desejo sexual tende a aumentar.

O climatério (período em que a mulher passa da fase reprodutiva à menopausa) também pode ser um momento de queda na libido, em razão das diversas alterações hormonais que podem acontecer nessa fase. Os principais hormônios envolvidos nesse processo são: estrogênio, progesterona e testosterona.

O mesmo pode acontecer no puerpério, o período logo a seguir o parto. Nesse caso, a tendência é que a libido da mulher volte ao normal após algum tempo.

Saiba mais sobre o puerpério.

Aumento da libido

As medidas a serem tomadas para o aumento da libido dependem das causas da queda do desejo. Após uma avaliação de saúde, o médico deve indicar qual o tratamento mais adequado.

Existem, por exemplo, suplementos ou plantas que possuem a particularidade de aumentar a libido. É o exemplo do ginseng e da erva daninha tribulus terrestris, sendo que esta última tem como maior função a recuperação da libido e do apetite sexual, porque aumenta a produção natural da testosterona.

No entanto, muitas vezes a melhor forma de aumentar a libido é mudar o estilo de vida. Buscar meios para reduzir o estresse e procurar por novas experiências como adotar uma alimentação saudável e equilibrada e a prática regular de atividade física melhoram a qualidade de vida e podem ajudar a aumentar a libido.

Para as mulheres, quando a redução da libido é devida a questões hormonais, as terapias de reposição hormonal (indicadas pelos médicos) podem ser a solução.

Data de atualização: 08/01/2020.

Dra. Juliana Guimarães
Revisão por Dra. Juliana Guimarães
Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública e pós-Doutorada em Saúde Coletiva pela Universidade de Fortaleza. Graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará. COREN 109692