Significado de Mobilidade urbana

O que é Mobilidade urbana:

Mobilidade urbana é a condição criada para as pessoas poderem se locomover entre as diferentes zonas de uma cidade. Atualmente, os automóveis particulares e os meios de transportes públicos são os meios de mobilidade urbana mais utilizados.

Os carros, no entanto, representam um grande problema para a qualidade da mobilidade urbana, principalmente nos grandes centros urbanos e metrópoles.

Quando não há um correto planejamento urbano e investimento em alternativas ao uso das rodovias como meio de locomoção, as cidades sofrem com a superpopulação de automóveis, que por sua vez são responsáveis pelo “inchaço nas estradas”, provocando congestionamentos e prejudicando a qualidade de vida da sociedade.

Ver também: significado de Metrópole.

Mobilidade urbana no Brasil

O Brasil é um dos países que mais sofre com problemas de mobilidade urbana, justamente por ter um histórico de planejamento urbano baseado no modelo rodoviarista, ou seja, um grande investimento na expansão e melhoramento das rodovias.

Por outro lado, os transportes públicos da maioria das cidades brasileiras são de má qualidade, fazendo com que o cidadão busque adquirir um automóvel particular, visto que existem diversas facilidades para a compra de carros no país nos últimos anos, principalmente graças ao fenômeno da mobilidade social.

As grandes capitais brasileiras são as que mais sofrem com a crise na mobilidade urbana, como a cidade de São Paulo, por exemplo. Estima-se que o paulistano passa até 45 dias por ano parado no trânsito, um número absurdo para quem procura qualidade de vida.

A concentração elevada de automóveis também aumenta drasticamente a poluição ambiental, sendo este mais um motivo para sejam implantadas alternativas sustentáveis para a mobilidade urbana no país.

Saiba mais sobre a Mobilidade social.

Mobilidade urbana sustentável

Consiste numa alternativa para evitar os problemas provocados pelo “inchaço rodoviário” devido ao elevado número de automóveis nas estradas, que impedem ou dificultam o fluxo da mobilidade urbana nas grandes cidades.

Para isso, as propostas de mobilidade urbana sustentável envolvem a implantação ou reforço dos sistemas de transporte sobre trilhos, como metrôs, trens, bondes elétricos, teleféricos, entre outros.

Além disso, outra opção seria o incentivo ao uso de meios de transporte alternativos e não poluentes, como as bicicletas, por exemplo. Mas, para que isso seja possível, os governos precisam investir na construção de ciclofaixas e ciclovias com qualidade.

A mobilidade urbana sustentável também visa a melhoria na locomoção dos pedestres, com o planejamento de calçadas que sejam seguras e confortáveis (niveladas, sem buracos e demais obstáculos inoportunos, por exemplo).

Data de atualização: 23/12/2016.