Significado Panama Papers

O que são os Panama Papers:

Panama Papers é o nome da investigação jornalística internacional que através do vazamento de documentos confidenciais, expôs um esquema mundial de ocultação de dinheiro e patrimônio em offshores (paraísos fiscais) realizado pela empresa de advocacia Mossack Fonseca, do Panamá.

Os Panama Papers vazaram mais de 11 milhões de documentos confidenciais que revelam nomes de indivíduos e empresas que recorreram à empresa Mossack Fonseca para lavagem de dinheiro e fuga a impostos e sanções.

Entre os nomes na lista estão vários políticos e personalidades públicas como o presidente da Argentina, Mauricio Macri, e Lionel Messi, jogador de futebol.

Saiba o que são os Paraísos Fiscais.

Do Brasil, os Panama Papers mencionam o Presidente da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-deputado federal João Lyra (PTB-AL) e do ex-ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA), entre outros. Existem pelo menos 57 brasileiros envolvidos.

A operação Lava Jato contribuiu para a divulgação da Panama Papers ao investigar o escritório brasileiro da Mossack Fonseca.

Foram expostas cerca de 200 mil offshores, de indivíduos e empresas de mais de 200 países diferentes.

As offshore são muitas vezes usadas em esquemas de lavagem de dinheiro mas nem todos os usos de empresas offshore são ilegais.

Veja aqui o significado de offshore.

Panama Papers pode ser traduzido do inglês como "Documentos do Panamá" ou simplesmente "Papéis do Panamá".

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ, em inglês) foi responsável pelo maior vazamento da informação da história. Foram vazados cerca de 2.6 TB (terabytes) de informação. O maior vazamento de documentos confidenciais de todos os tempos até então havia sido a Offshore Secrets, de 2013, uma fuga de 260 GB (gigabytes).

Ver também: o significado de Leak.

Data de atualização: 22/04/2016.