Significado de Papiro

O que é Papiro:

Papiro é uma planta naturalmente comum próximo aos rios da África e do Oriente Médio, mas podendo ser encontrada em quase todos os cantos do mundo. Consiste na matéria-prima para a confecção do papel de papiro, usado principalmente entre os antigos egípcios como suporte para a escrita.

O papiro (Cyperus papyrus) é uma planta aquática da família das ciperáceas, com caules finos, longos e flexíveis, usada há mais de 40 séculos antes da era Cristã no Egito e, posteriormente, pelos romanos, gregos, árabes, etc.

Entre as diversas aplicações dadas ao papiro, a produção do "papel" a partir do caule desta planta é uma das mais conhecidas. 

No Antigo Egito, o papel de papiro era feito da seguinte maneira: os caules eram cortados para a retirada da casca verde, depois laminados em pedaços bastante finos. Em seguida, as lâminas eram molhadas, dispostas na horizontal e outra camada na posição vertical, formando uma trama. 

Por fim, as fibras do caule eram esmagadas com um martelo de madeira, ativando a goma natural contida na planta. Após serem constantemente comprimidas, batidas, polidas e secas, as "folhas" de papiro estavam prontas para receber a escrita. Ao todo, o processo de confecção do papiro levava em média entre 6 a 10 dias. 

Papiro e Pergaminho

Como visto, o papiro é feito a partir das fibras do caule da planta que leve o mesmo nome deste "papel". A técnica para obtenção da folha de papiro foi desenvolvida pelos antigos egípcios, há mais de 3 mil anos antes de Cristo.

O pergaminho é considerado a "evolução" do papiro. Ao contrário do papiro, este tipo de "papel" era feito a partir da pele de carneiros, bezerros e ovelhas, que eram tratadas com cal e esticadas para secar. 

Acredita-se que o pergaminho surgiu por volta do século 2 a.C, na região de Pérgamo (atualmente conhecida por Bergama, na Turquia). 

Assim como o papiro, produzir um pergaminho não era uma tarefa fácil. Porém, este último apresenta muitas vantagens em relação ao método utilizado pelos egípcios. 

Os pergaminhos têm maior flexibilidade e resistência, além de poderem ser reutilizados. Os textos escritos nos pergaminhos, ao contrário dos papiros, podiam ser apagados com o uso de um equipamento especial que raspava a pele.

Os papiros e os pergaminhos foram amplamente usados como bases da escrita até meados do século VIII, período em que começou a se popularizar na Europa o papel, uma técnica que já havia sido descoberta e usada pelos chineses desde o século II.

Saiba mais sobre o significado de Pergaminho

O significado de Papiro está na categoria: Geral