Significado de Período

O que é um Período:

Período é o espaço de tempo entre dois acontecimentos ou datas diferentes. Também pode ser entendido como uma fase, época ou duração específica, com começo, meio e fim.

Nos estudos geológicos e artísticos, por exemplo, um período corresponde a uma fase na escala do tempo, que delimita uma etapa marcada por determinadas características ou acontecimentos.

Já na Física, o período consiste no tempo que determinado corpo necessita para repetir um movimento. De acordo com o Sistema Internacional de Unidades, nos estudos físicos o período é medido sempre em segundos.

Período simples e Período composto

Na gramática da língua portuguesa, o período simples consiste na oração que apresenta apenas um tempo verbal, ou seja, um verbo.

Exemplo: “Eles brigam muito”.

Já o período composto é a oração que apresenta dois ou mais verbos.

Exemplo: “Eles brigam muito, por isso ficam de castigo”.

Ainda existe o período composto por coordenação (formado por duas ou mais orações que são independentes de sentido uma das outras) e o período composto por subordinação (quando a oração principal é completada por uma ou mais orações subordinadas).

Período fértil

Consiste no tempo em que a mulher está no ápice da sua fertilidade, quando os seus ovários produzem e libertam óvulos que poderão ser fecundados ao entrar em contato com espermatozoides.

Normalmente, as mulheres costumam ter um período especifico de fertilidade por mês, que varia entre 12 e 48 horas.

Para calcular o período fértil feminino é necessário conhecer o ciclo menstrual da mulher. Por norma, a ovulação ocorre 14 dias antes da menstruação, portanto, basta contar duas semanas antes do primeiro dia da próxima menstruação para saber o período fértil.

Saiba mais sobre a Ovulação.

Período Regencial

Fase em que o Brasil foi governado por regências (1831 – 1840), quando o então imperador do país, D. Pedro I, abdicou do seu posto.

O sucessor ao trono seria D. Pedro de Alcântara (filho de D. Pedro I), mas este tinha apenas 5 anos de idade, então, de acordo com a Constituição Brasileira da época, o país deveria ser governado por regências até D. Pedro II do Brasil atingir a maioridade para governar.

Durante este período, o Brasil teve cinco principais regências: Trina Provisória (1831), Trina Permanente (1831 – 1835), Una de Feijó (1835 – 1837), Interina de Araújo Lima (1837) e Una de Araújo Lima (1838 – 1840).

O Período Regencial chegou ao fim com a aprovação da antecipação da maioridade de D. Pedro II pelo Senado Federal, episódio este que ficaria conhecido como Golpe da Maioridade. Assim, em 1840, aos14 anos, o imperador começou o seu reinado.

Data de atualização: 03/12/2016.