Polímeros

O polímero origina-se da expressão grega poli meros, que significa “muitas partes". Ele é uma macromolécula formada por diversas outras moléculas menores, que se repetem e se ligam ao longo de uma cadeia.

Cada molécula pequena que constitui essa grande cadeia é denominada por monômero, conectadas através de uma ligação covalente.

O polímero é um dos materiais mais utilizados, além do metal e da cerâmica. Plásticos, sacos e PVCs, são alguns dos muitos exemplos de materiais poliméricos, utilizados em larga escala atualmente.

Tipos de polímeros

A reação que vai resultar na ligação dos monômeros é a polimerização. Ou seja, somente através de uma reação de polimerização é possível ligar os monômeros e formar o polímero.

A polimerização depende de uma reação química para ligar os monômeros, e assim designar os polímeros resultantes dos processos em dois tipos:

  • Polímeros de adição: é quando ocorre uma adição de monômeros na cadeia de forma repetida. Neste caso, os monômeros são iguais;
  • Polímeros de condensação: é quando ocorre uma condensação entre dois monômeros diferentes, que podem ter duas ou mais funções dentro da cadeia ao formar o polímero.

Classificação e exemplos de polímeros

Podemos classificar os polímeros em diferentes fatores. Veja abaixo a lista de classificações destas macromoléculas e seus exemplos.

Quanto à origem

Dentro dessa classificação, encontramos os polímeros:

  • naturais, que podem ser encontrados prontos, em sua forma natural. Na maioria dos casos, eles estão preparados para serem utilizados em outros formatos. Exemplo: amido, celulose e DNA.
  • os sintéticos, diferente dos naturais, são os polímeros produzidos e manipulados artificialmente em laboratórios. Exemplo: plástico de garrafa PET e polietileno.

polietilenoPolietileno.

Quanto ao comportamento térmico

A classificação quanto ao comportamento técnico envolve principalmente a capacidade um polímero ser moldado no processo de aquecimento. Dentro dessa categoria, encontramos:

  • Polímeros termoplásticos: são aqueles que ao serem aquecidos, se moldam e são utilizados para outros fins. Isso ocorre porque esse tipo de polímero possui uma cadeia linear, ou seja, os monômeros são normais ou ramificados. Exemplos: acrílico e poliamida;
  • Polímeros termofixos ou termorrígidos: são aqueles que não resistem às altas temperaturas e se decompõem. Isso ocorre porque esse tipo de polímero possui uma uma cadeia tridimensional ou uma estrutura em rede. Exemplos: cabos plásticos de panela e borrachas vulcanizadas, como as dos pneus de automóveis.

exemplo de termofixoPneus são feitos com borrachas vulcanizadas, um tipo de polímero termofixo que se decompõe em altas temperaturas.

Quanto a sua mecânica

Dentro da classe mecânica dos polímeros, encontramos:

  • Elastômeros: são aqueles que podem sofrer qualquer tipo de tração que não se danificam ou quebram. Isso acontece porque suas ligação são quebráveis, permitindo que ao serem puxados, voltem ao seu estado de origem. Esse tipo de polímero é muito utilizado em peças automotivas e eletrônicas, brinquedos e materiais moldáveis;
  • Fibras: diferente do elastômero, quando alguma tração é feita no polímero de fibras, ele se quebra porque possui uma estrutura linear e cilíndrica. Exemplos: corda, carpete e pinceis.

Quanto à disposição dos monômeros

Dentro dessa classificação, encontramos os:

  • Homopolímeros: são aqueles formados pelo mesmo monômero, por isso são considerados monômeros de adição. O prefixo homo indica essa característica homogênea deste tipo de polímero. Exemplo: policloreto de vinila, conhecido como PVC;
  • Copolímeros: são aqueles formados por uma coligação de monômeros diferentes, conhecidos como polímeros de condensação.

pvcPVC, exemplo de homopolímero.

3 propriedades principais dos polímeros

Vemos e utilizamos objetos com polímeros todos os dias, como eletrônicos e eletrodomésticos. Isso acontece principalmente devido às três principais propriedades dessa macromolécula. São elas:

  1. Possuem baixa densidade. Ou seja, são leves;
  2. Possuem alta resistência mecânica, elétrica e química;
  3. Tem baixo custo de produção, por isso podem ser produzidos em larga escala.

Veja também o significado de molécula.

Data de atualização: 06/05/2020.