Significado de Transtorno Bipolar

O que é Transtorno Bipolar:

O transtorno bipolar (ou transtorno afetivo bipolar) é um distúrbio psiquiátrico que se caracteriza pela ocorrência de episódios que são marcados por alterações de humor extremas.

As crises acontecem com episódios de depressão que são alternados com episódios de euforia (também chamados de mania). Antigamente o transtorno bipolar era chamado de psicose maníaco depressiva. 

Como o transtorno bipolar se manifesta?

O principal sintoma de transtorno bipolar é manifestação alternada entre dois aspectos emocionais (depressão e euforia) chamados de bipolaridade, que dá nome ao transtorno.

Também existem períodos em que o paciente não apresenta sintomas de alteração extrema entre os estados de humor. O transtorno pode se manifestar em pessoas de qualquer idade, mas é mais comum que aconteça da adolescência até os 30 anos.

Euforia e depressão

A euforia é um estado de excitação que, muitas vezes, não depende de acontecimentos externos. Se a euforia for relacionada a algum acontecimento é comum que a reação seja exagerada em comparação ao fato. 

Além da euforia, no momento da crise a pessoa também pode apresentar alguns sinais de psicopatia ou de muita irritação. Da mesma forma, o estado depressivo também não costuma ser devido a acontecimentos externos.

É uma caraterística da bipolaridade que esses dois aspectos emocionais se manifestem de maneira bastante intensa.

Diagnóstico

Os sintomas podem ter início na infância e na adolescência mas, devido a particularidades na apresentação dos sintomas, o diagnóstico é difícil.

Não é incomum que crianças recebam diagnósticos de outras doenças com sintomas parecidos, o que atrasa o início de um tratamento adequado e pode trazer consequências, como o suicídio que pode ocorrer em 25% dos adolescentes com transtorno.

O diagnóstico do transtorno bipolar é clínico, feito a partir de avaliações do paciente e de acompanhamento psicológico e psiquiátrico. 

Tipos de transtorno bipolar

As manifestações de transtorno bipolar são classificadas em quatro tipos. Conheça cada um deles:

Transtorno bipolar tipo I

Esse tipo se caracteriza pela ocorrência de episódios de depressão e de euforia. As manifestações podem ser bem intensas a ponto de alterar a personalidade da pessoa e de prejudicar seus relacionamentos, sua capacidade de concentração e de trabalho.

O tipo I corre em cerca de 1% da população e deve ser observado com atenção porque aumenta as chances de suicídio.

Transtorno bipolar tipo II

Esse tipo de transtorno tem sintomas semelhantes ao tipo I, mas acontece em episódios mais amenos, com alternância de momentos de depressão e episódios mais leves de euforia (hipomania).

Também é chamado de espectro bipolar e pode afetar até 8% da população.

Transtorno bipolar misto

No transtorno misto existem episódios mais suaves e outros que se manifestam com mais intensidade. Por esse motivo não é possível fazer o diagnóstico que identifique que o paciente está enquadrado no tipo I ou no tipo II.

Transtorno ciclotímico

É conhecido por ser a forma mais leve de manifestação do transtorno bipolar. O paciente também pode apresentar sintomas de depressão e de euforia, mas de maneira leve.

No transtorno ciclotímico os hábitos, a rotina e o relacionamento do paciente não costumam ser afetados.

Causas

O estudos sobre o transtorno apontam que existe uma forte base genética para que ele se manifeste.

Quase a metade dos portadores de transtorno bipolar têm ao menos um familiar afetado pelo mesmo distúrbio e os filhos de portadores da doença têm mais chances de ter o mesmo diagnóstico.

Além disso, alterações nos neurotransmissores cerebrais também podem ser responsáveis pela predisposição ao desenvolvimento do transtorno bipolar. 

Tratamento 

Ainda que o transtorno bipolar não tenha cura é possível que seja controlado. Se não for tratado corretamente o transtorno pode influenciar em todos os aspectos da vida do paciente, nas suas relações pessoais e de trabalho, gerando sofrimento para os portadores e seus familiares. 

O tratamento é feito com acompanhamento médico, terapia e uso de medicamentos específicos para o transtorno, como estabilizadores do humor, antidepressivos e anti-psicóticos para controlar os episódios de depressão e euforia. Álcool, drogas e outros estimulantes devem ser evitados para diminuir o risco de crises.

Além de controlar os sintomas do transtorno é importante fazer o tratamento porque outras doenças, como obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares, são mais comuns entre os portadores de transtorno bipolar do que no resto da população.

Veja estes 6 sintomas que caracterizam uma pessoa bipolar e saiba também o significado de Bipolar e de Mania.

Data de atualização: 27/03/2018. O significado de Transtorno Bipolar está na categoria: Medicina e pertence ao dossiê: Doenças