Abreviações em citações segundo as normas da ABNT

Quando se trata de TCC, um dos assuntos que mais exige atenção dos alunos é, certamente, as citações.

Entre as normas da ABNT para trabalhos acadêmicos, a norma 10520/2002 é uma das mais extensas. Nela é possível encontrar os diversos tipos de citações que podem ser usados no trabalho, suas formatações e também algumas abreviações que, além de explicar a natureza da citação, ajudam a manter a legibilidade do texto.

Por esse motivo, reunimos aqui as abreviações mais usadas nas citações em trabalhos acadêmicos, bem como a explicação de como usá-las:

Apud

A expressão apud significa “citado por” e também é chamada de citação por intermédio. É usada quando a citação consiste em uma menção à outra fonte. No exemplo abaixo, o autor do trabalho citou Ribas, cujo relato, na verdade, era de autoria de Lima.

Exemplo:

  • Segundo Ribas (apud LIMA, 1987, p. 215), “não se deve privar a Administração Pública da atribuição de prevenir pela punição aqueles atos que, […] opõem tropeços ao desenvolvimento regular da ação administrativa[...]”.

Passim 

Significa “aqui e ali”. É utilizada quando as informações citadas vierem de páginas diferentes do mesmo documento. Considerando que a expressão evita a menção de muitos números, a sua utilização ajuda a manter a legibilidade do texto.

Exemplo:

  • RIBEIRO, 1997, passim.

Et al.

Significa “e outros”. É utilizada quando a fonte citada possui muitos autores e a menção de todos prejudicaria a legibilidade do texto.

Exemplo:

  • DIDIER et al., 2017.

Et seq. ou sequentia

As expressões significam, respectivamente “que segue” e “seguinte”. São utilizadas quando não se deseja mencionar todas as páginas da citação inserida. Possui um efeito similar ao da expressão passim, contribuindo para a legibilidade do texto.

Exemplo:

  • Conforme Morim (2000, p. 56 et seq.), é na linguagem que o discurso…

Loc. cit.

Do latim loco citato, que significa “no lugar citado”. A expressão é usada para indicar que a citação foi retirada de uma página que já foi mencionada anteriormente. No exemplo abaixo, a segunda nota de rodapé diz repeito a uma citação diferente da primeira, mas localizada na mesma página.

Exemplo:

  • ¹TOMASELLI.1992, p. 33-46.
  • ²TOMASELLI, loc. cit.

Idem ou id.

Significa “do mesmo autor”. Quando mais de uma obra do mesmo autor for citada, a expressão idem ou id. evita a repetição desnecessária do nome do mesmo.

Exemplo:

  • ¹LENZA. 2015, p. 302
  • ²Id. 2017, p. 48

Ibidem ou ibid.

Significa “na mesma obra”. Assim como a expressão anterior, evita a repetição desnecessária do título da obra quando a mesma for mencionada mais de uma vez.

Exemplo:

  • ¹CARVALHO, Matheus. Manual de Direito Administrativo, p.37
  • ²CARVALHO, Matheus. Ibid., p.205

Opus citatum ou op. cit.

Significa “obra citada”. A expressão também substitui o nome da obra, mas é utilizada nos casos em que uma segunda obra foi citada após a primeira (que se deseja mencionar novamente).

Exemplo:

  • ¹ CARVALHO, Matheus. Manual de Direito Administrativo, p.37
  • ² LENZA. 2015, p. 81
  • ³ CARVALHO, Matheus. op.cit., p.58

Cf.

Significa “confira”. É utilizada para fazer sugestões de leituras sobre o assunto abordado no trabalho. Dessa forma, a abreviação não implica necessariamente em uma citação.

Exemplo:

  • ² Cf. CALDEIRA, 1992.

Vale mencionar que a norma 10520/2002 da ABNT é clara ao afirmar que as expressões idem ou id., ibidem ou ibid., opus citatum ou op.cit e cf. só podem ser utilizadas na mesma página do trecho a que se referem.

Veja também:

Data de atualização: 10/04/2018. Abreviações em citações segundo as normas da ABNT está na categoria: Geral