Significado de Reportagem

O que é Reportagem:

Reportagem é um gênero textual jornalístico com características próprias e que tem por objetivo transmitir informações para os receptores.

A reportagem é marcada por uma estrutura textual maior e mais detalhada. O tema abordado é apresentado de forma abrangente, citando-se fontes, entrevistas e outras informações obtidas através de pesquisas.

Apesar de ser predominantemente informativa, a reportagem também pode ser classificada como um gênero opinativo, refletindo o juízo de valor do repórter. Uma vez concluída, a reportagem pode ser veiculada em diversos meios de comunicação como televisão, jornais impressos, rádio, internet, etc.

Estrutura da reportagem

Em geral, a reportagem possui a seguinte estrutura:

Título ou manchete: é o nome do texto. Deve ser formulada de forma a chamar a atenção e despertar o interesse dos receptores. Consiste, geralmente, em frases de efeito concisas.

Subtítulo ou título secundário: complementa o título principal e apresenta mais informações, ainda que breves, sobre o que será encontrado no texto. Esse elemento é facultativo.

Lide ou lead: no jornalismo, a lide (ou lead) é o primeiro parágrafo do texto no qual são apresentadas as principais informações da matéria, fornecendo um panorama aos receptores. Devido ao caráter mais detalhado da reportagem, a lide não precisa responder todas as perguntas (O quê? Quem? Quando? Onde? Como? Por quê?) que deveriam ser respondidas em outros gêneros jornalísticos, como a notícia, por exemplo.

Corpo do texto: é o desenvolvimento da reportagem. É o elemento do texto que vai reunir todas as informações adquiridas pelo repórter, como pesquisas, entrevistas, material gráfico, etc. Ao final do corpo do texto o jornalista deverá ter respondido todas as perguntas relacionadas ao tema abordado.

A reportagem não precisa ser estruturada no modelo de pirâmide invertida, em que os fatos mais relevantes são apresentados por primeiro, seguidos de suas explicações e desdobramentos.

Características da reportagem

As características recorrentes em reportagens são:

Linguagem: a linguagem apresentada deverá ser clara, culta, objetiva e direta.

Texto predominantemente informativo: o objetivo principal da reportagem é de informar. No entanto, no decorrer do texto é possível que o jornalista exponha seus juízos de valor, sem alterar o conteúdo das informações trazidas na matéria.

Material abrangente e elaborado: a reportagem não visa comunicar acontecimentos (objetivo do gênero jornalístico notícia). A reportagem aborda os efeitos e desdobramentos de fatos, e por isso presume pesquisa e mais tempo para ser elaborada.

Polifonia: nas reportagens, a “voz” do autor é apresentada em conjunto com outras, sejam entrevistados (testemunhas, especialistas, etc), documentos reunidos, entre outros. Por esse motivo, também diz-se que as reportagens utilizam tanto linguagem direta quanto linguagem indireta.

Tipos de reportagem

As reportagens podem ser:

Expositivas: quando apenas apresentam os fatos de forma objetiva e imparcial.

Opinativas: quando os fatos são apresentados em conjunto com o ponto de vista do repórter.

Interpretativa: quando os fatos são analisados em conjunto com outros elementos, sugerindo uma determinada conclusão sobre o tema.

Diferença entre notícia e reportagem

Notícia e reportagem são dois gêneros jornalísticos com características e objetivos distintos. Ambos, no entanto, podem ser referidos pelo termo "matéria".

Notícia

A notícia tem por objetivo apresentar fatos de forma ágil e imediata, sem adentrar nas causas e desdobramentos do acontecimento noticiado.

O conteúdo a ser informado pela notícia é mais breve e por isso não requer grandes pesquisas ou tempo de elaboração. Por sempre estar relacionada a fatos recentes, a relevância da notícia é temporária e expira em pouco tempo. Assim, a matéria deve ser feita de forma direta, em poucos parágrafos e no modelo de pirâmide invertida (de acordo com o grau de importância).

Nas notícias, a lide deverá responder as perguntas “O quê? Quem? Quando? Onde? Como? Por quê?”. Além dos fatos principais, a notícia suporta apenas declarações breves que confirmem a veracidade das informações. Assim, qualquer interpretação ou juízo de valor deverá ficar por conta do receptor.

Reportagem

Ao contrário da notícia, a reportagem aborda as causas e desdobramentos de fatos. Assim, a matéria será obrigatoriamente mais longa e detalhada, e o repórter não deve ter pressa em responder todas as perguntas do receptor.

Em reportagens, o repórter tem a liberdade e espaço para apresentar mais documentos e declarações para fundamentar sua matéria, além de poder de expressar opinião, sem deturpar os fatos.

Veja também:

Data de atualização: 21/02/2019.