Significado de Fonética

Carla Muniz
Revisão por Carla MunizProfessora licenciada em Letras

O que é a Fonética:

A fonética é o ramo da linguística que lida com os sons da fala e a sua produção, combinação, descrição e representação por símbolos escritos.

A fonética é conhecida como o estudo dos sons da fala humana usando a boca, garganta, cavidades nasais e os pulmões.

Tipos de fonética

A fonética é dividida em dois tipos de acordo com a produção (articulatória) e transmissão (acústica) da fala.

O primeiro tipo de fonética, a fonética articulatória, examina os órgãos e processos da fala pelos quais os seres humanos produzem sons. O foco está em quem está falando.

O segundo tipo de fonética, a fonética acústica, enfoca o som produzido quando uma pessoa fala; o objetivo da fonética acústica é entender as propriedades acústicas da fala e como essa fala é percebida pelos ouvidos do outro.

O que é a fonética articulatória?

O primeiro tipo de fonética, a fonética articulatória, examina os sons da linguagem humana na fonte de sua produção. Olha como uma pessoa forma as suas palavras.

Algumas partes específicas do corpo humano, conhecidas como "órgãos da fala", são usadas para articular as palavras. Entre esses órgãos, estão incluídos:

  • caixa vocal;
  • os pulmões;
  • a cavidade oral;
  • a cavidade nasal;
  • a cavidade faríngea;
  • a língua e os dentes;
  • a glote;
  • os lábios;
  • as superfícies internas da boca.

O fluxo de ar necessário para produzir o som provém dos pulmões e é passado pela boca e/ou nariz, com a glote, a língua e os dentes sendo usados ​​para alterar o fluxo de ar e criar sons diferentes.

O conjunto de órgãos responsáveis por produzir esses sons também é conhecido por aparelho fonador.

aparelhofonadorAparelho fonador humano.

O que é a fonética acústica?

Enquanto a fonética articulatória se concentra nos órgãos da fala usados ​​para produzir os sons da linguagem humana, a fonética acústica se concentra nas propriedades sonoras da fala humana.

A fonética acústica também analisa a percepção de áudio da fala, examinando como os diferentes sons são percebidos pelos ouvintes.

No estudo da fonética acústica, um fonético analisa a frequência que um som produz, o espectro de amplitude do som e a duração do som. Esses fatores são usados ​​para descrever o som acusticamente.

As diferenças entre a fonética e a fonologia

Como dito anteriormente, a fonética estuda os sons da fala, ou seja, os sons produzidos pelo aparelho fonador, conhecidos por fones.

Já a fonologia estuda os sons da língua, ou seja, os sons que têm valor gramatical, conhecidos por fonemas.

Para serem estudados pela fonologia, o som precisa possuir algum valor linguístico. Nesse caso, alguns sons - como os fones -, produzidos pelo aparelho fonador, não possuem esse valor gramatical. Por isso, são estudados exclusivamente pela fonética.

Exemplo:

O estalar da língua ou o barulho que fazemos ao comer, são sons produzidos pela aparelho fonador, porém não possuem valor gramatical ou linguístico. Por isso, é estudado exclusivamente pela fonética.

Já o som do |bo| na palavra bola possui valor gramatical. Por isso, é estudado pela fonologia.

Apesar dessa diferença aparente entre os dois estudos, existe uma relação em que ambos conseguem analisar o mesmo caso dentro da gramática, já que a fonética observa e analisa sons com e sem valor gramatical.

Veja também o significado de:

Data de atualização: 07/10/2019.

Carla Muniz
Revisão por Carla Muniz
Professora, lexicógrafa, tradutora, produtora de conteúdos e revisora. Licenciada em Letras (Português, Inglês e Literaturas) pelas Faculdades Integradas Simonsen, em 2002.