Ego

O que é o ego:

Ego é a consciência, o “eu de cada um”, ou seja, o que caracteriza a personalidade de cada indivíduo.

O conceito de ego é bastante utilizado em estudos relacionados à psicanálise e à filosofia. De acordo com a teoria psicanalítica, o ego faz parte da tríade do modelo psíquico, formado pelo ego, pelo superego e pelo id.

O ego é considerado o “defensor da personalidade”, é responsável por impedir que os conteúdos inconscientes passem para o campo da consciência, acionando assim os seus mecanismos de defesa.

Uma das principais funções do ego é harmonizar os desejos do id com os valores morais do superego. Assim, o ego suprime as vontades inconscientes do id com “medo” dos castigos e sanções que lhe podem ser direcionados.

O ego é responsável pela diferenciação que o indivíduo é capaz de realizar entre seus próprios processos interiores e a realidade que se lhe apresenta.

Diferença entre Ego, Superego e Id

Eles compõem a chamada tríade do modelo psíquico.

O Ego, como dito, é a parte consciente dos indivíduos e se desenvolve a partir da interação do ser humano com a realidade. Ele age de acordo com os valores morais e o que a sociedade espera sem ignorar seus próprios desejos. Ao mesmo tempo, busca satisfazer as necessidades do id (pulsões e instintos) sem extrapolar os valores morais presentes no superego.

O Id é o instinto nato do indivíduo, ou seja, os desejos, vontades e pulsões primitivas das pessoas que são filtrados pelo Ego e Superego.

O Superego é o "repressor" do Ego. Desenvolve-se a partir da interação do indivíduo com a realidade e representa os valores morais e culturais que são ensinados e assimilados pela pessoa. O superego é o "eu ideal" adequado aos costumes, princípios e valores morais da sociedade.

Leia mais sobre o Superego e o Id.

Ego e a Teoria de Freud

O ego é fundamentado na teoria clássica de Sigmund Freud, que é um conjunto de hipóteses sobre o funcionamento do cérebro das pessoas.

Para Freud, todo evento psíquico é determinado por eventos anteriores, ou seja, não há acasos. O ego também se baseia na existência do inconsciente, que se manifesta de diferentes modos na vida mental.

Saiba mais sobre a Psicanálise.

Alter-ego

O alter-ego é literalmente traduzido como um “segundo eu” ou “outro eu”. Consiste na existência de uma segunda personalidade presente em um único indivíduo.

Na literatura, por exemplo, quando um autor produz uma história do ponto de vista de uma outra pessoa, assumindo para si uma personalidade diferente da sua para construir aquela obra, chamamos essa nova personalidade de alter-ego.

Já no ramo da psicanálise, o alter-ego pode ser considerado um sintoma patológico, como o Transtorno Dissociativo de Identidade.

Descubra mais sobre o significado de Alter-ego.

Leia também:

Atualizado em