Significado de Hierarquia

O que é Hierarquia:

Hierarquia é a ordenada distribuição dos poderes com subordinação sucessiva de uns aos outros, é uma série contínua de graus ou escalões, em ordem crescente ou decrescente, podendo-se estabelecer tanto uma hierarquia social, uma hierarquia urbana, militar, eclesiástica etc.

A hierarquia é uma ordenação contínua de autoridades que estabelece os níveis de poder e importância, de forma que a posição inferior é sempre subordinada às posições superiores.

Originalmente o termo hierarquia possuía um significado religioso, onde a organização social das igrejas levou à formação de hierarquias cuja graduação era intangível por derivar da autoridade transcendental de cada camada social. Esse sentido religioso perdeu-se nas demais estruturas hierarquizadas, mas nelas sobreviveram a rigidez da graduação e a observância estrita das atribuições de cada autoridade.

Hierarquia empresarial

A hierarquia empresarial é representada pelos diferentes níveis de comando encontrados dentro de uma organização. Apesar de possuírem autonomia, estão em parte, interligados entre si.

A hierarquia empresarial é geralmente estabelecida obedecendo a três diferentes áreas: estratégica, tática e operacional.

A área estratégica, ocupada por presidentes, diretores e demais gestores da alta cúpula, decidem as políticas e as diretrizes da empresa. A área tática, ocupada por gerentes e chefes de seções, é responsável pelas ações do cotidiano da empresa, como também pela motivação dentro de cada setor. Por fim a operacional, ocupada por chefes de equipe e supervisores, responsáveis pela execução e realização das atividades de produção.

Hierarquia da Igreja católica

A hierarquia da Igreja católica é uma forma de definir a função de cada membro da Igreja:

  • Papa – posto máximo da Igreja Católica. Resolve problemas legais da Igreja, estabelece dioceses, elege bispos, canoniza santos etc.
  • Cardeal – escolhido pelo Papa, compõe o “colégio episcopal”, em conclave, para eleição do papa.
  • Arcebispo – é o bispo de uma Arquidiocese, o titular da sede metropolitana, formada pelo conjunto de diversas dioceses.
  • Bispo – é o responsável pelos ensinamentos da palavra de Deus. É obrigado a fazer visita ao Papa, de quatro em quatro anos, para apresentar à Santa Sé um relatório de sua diocese.
  • Padres – é o responsável por uma paróquia e pelos serviços sacerdotais. Pode exercer a missão secular, fixo em sua paróquia, ou ser missionário.
  • Diácono – é o religioso que está no último dos sete anos de estudos que o leva à carreira clerical. O diácono já pode realizar algumas celebrações religiosas, como batismo e casamento.

Hierarquia dos anjos

Os anjos, mensageiros de Deus, simbolizam a mais elevada espiritualidade e estão presentes em momentos cruciais das histórias sagradas. Dionísio, um teólogo do século V ou VI criou uma hierarquia angélica de nove categorias que se tornou muito influente na Igreja Católica:

  • Serafins – são os anjos mais próximos de Deus. Cercam o trono divino cantando “Santo, Santo, Santo”.
  • Querubins – no Gênesis, são os guardiões que impedem os homens de retornar ao Paraíso. Na iconografia moderna ganham a forma rechonchuda de um menininho com asas.
  • Tronos – não aparecem na Bíblia, mas são referidos em lendas de rabinos. Sua função é obscura. Muitos teriam caído do céu, junto com Lúcifer.
  • Dominações – seriam os anjos mais antigos. Têm papel muito pequeno na tradição religiosa.
  • Virtudes – sua função seria fazer milagres no mundo humano. Seriam os anjos da guarda citados por Jesus em Mateus.
  • Potestades – seria uma espécie de polícia do céu. São Paulo fala dos potestades com especial desconfiança.
  • Principados – defensores da religião, geralmente associados a um país ou continente em particular.
  • Arcanjos – em Enoque I – livro dito apócrifo, pois não foi recolhido na Bíblia hebraica nem na cristã. São listados sete arcanjos: Uriel, Raguel, Seraquael, Haniel, Miguel, Gabriel e Rafael.
  • Anjos – categoria mais baixa e mais próxima dos homens, seriam simples portadores de mensagens de Deus para os homens. 

Hierarquia das Leis

A hierarquia das leis estabelece a importância que cada lei representa. A hierarquia significa que as leis inferiores não podem ir contra o que está escrito nas leis superiores. A hierarquia segue a seguinte ordem: Constituição, lei complementar, lei ordinária, decreto regulamentar e ato administrativo.

Assim, a lei em seu sentido estrito (ordinária ou complementar) tem que estar conforme a Constituição. O decreto que regulamenta as leis tem que estar de acordo com essas leis e diretamente de acordo com a Constituição. O ato administrativo tem que estar conforme a lei e também conforme a Constituição. 

Ver também

O significado de Hierarquia está na categoria: Geral