Significado de Organograma

O que é um Organograma:

Organograma é um gráfico que representa visualmente a estrutura organizacional de uma instituição ou empresa. O principal propósito deste modelo estrutural é apresentar a hierarquização e as relações entre os diferentes setores da organização.

O organograma empresarial pode ser apresentado de diversas maneiras, sendo o modelo vertical um dos mais populares. Neste caso, cada órgão da instituição é representado com os respectivos responsáveis pelos setores, organizados de forma hierárquica, sendo os postos mais altos localizados no topo da estrutura, seguidos por seus respectivos subordinados.

Exemplo:

Organograma funcional

O principal objetivo do organograma é ajudar a esclarecer dúvidas sobre a organização da empresa, seja para os próprios membros da empresa, para parceiros, fornecedores ou clientes.

Os primeiros organogramas teriam surgido em meados do século XIX, autoria do engenheiro ferroviário Daniel Craig McCallum, considerado um dos pioneiros a organizar os princípios modernos de gerenciamento.

Como fazer um organograma

Um organograma bem feito deve ser de fácil interpretação, organizado de forma clara para que cada órgão ou funcionário, por exemplo, saiba suas respectivas funções e a quem deve reportar. Os organogramas também devem ser flexíveis, visto que podem ser alterados a qualquer momento. Não são estruturas permanentes.

Atualmente, algumas técnicas de reestruturação organizacional, como o “downsizing”, por exemplo, estão promovendo o “encurtamento” dos organogramas empresariais, eliminando setores e níveis hierárquicos, acabando com processos burocráticos, além de facilitar e agilizar a comunicação interna.

Saiba mais sobre o significado do Downsizing.

Tipos de organogramas

Organograma funcional ou vertical: como dito anteriormente, no modelo vertical (também conhecido como funcional) os cargos mais importantes estão no topo do gráfico e a hierarquia parte de cima para baixo. Usa-se a expressão “organograma funcional” quando a divisão e hierarquização é referente às funções, caso o gráfico apresente os setores e áreas, por exemplo, é comum se referir ao organograma como “vertical clássico”.

Organograma horizontal: é igual ao modelo vertical, mas com a diferença de ter os núcleos hierárquicos mais importantes no lado esquerdo, seguindo uma linha horizontal em direção ao lado direito.

organograma horizontal

Ainda existem outros tipos de organogramas que são adequados para diferentes representações organizacionais, como: organograma em barras, organogramas circulares (ou radial), organograma linear de responsabilidade, entre outros.

Organograma e fluxograma

O organograma consiste na representação da organização da empresa em forma de gráfico. Com o organograma é possível identificar falhas nos níveis hierárquicos ou comunicacionais entre os diferentes setores da companhia.

O fluxograma, por outro lado, consiste na representação das etapas de um processo, ou seja, um modo simples e descomplicado de explicar um sistema ou transmitir uma informação através do uso de imagens sequenciais.

Data de atualização: 15/10/2016.