Deus Apolo: quem é e qual a sua história na mitologia

Apolo é um deus da mitologia greco-romana. Na mitologia romana, é chamado de Febo, o iluminado, e na mitologia grega ficou conhecido como um dos maiores deuses do Olimpo e filho de Zeus.

É considerado o deus do sol, da profecia, da poesia, das artes, da música, da cura, da justiça, da lei e da ordem.

Apolo é filho de Zeus com a deusa Leto, e irmão gêmeo de Ártemis, a deusa da caça. Foi considerado um deus justo, tolerante, e participou de grandes momentos na história da mitologia.

A história do deus Apolo começa agitada e com grandes acontecimentos. Ainda grávida de Apolo e Ártemis, Leto passou a fugir incansavelmente da ira de Hera, esposa de Zeus, que queria vingar-se de mais uma das traições do marido.

Hera, então, enviou a serpente gigante Píton para perseguir Leto e a proibiu de dar à luz aos filhos em qualquer lugar em terra.

Após uma longa fuga, a deusa Leto finalmente encontrou a ilha flutuante secreta de Delos, onde deu à luz aos gêmeos Ártemis e Apolo. Para manter Apolo seguro de Hera, Leto alimentou o filho com néctar e ambrosia, logo após ele nascer.

Ao tomar, Apolo cresceu e se tornou um deus em tamanho real em apenas um dia e matou a serpente Píton com flechas mágicas que obteve de Hefesto, o deus dos ferreiros.

Apolo teve muitos filhos e diversos relacionamentos com mulheres e homens, mas o mais emblemático e conhecido foi com a deusa Dafne.

deus grego apolo

Apolo e Dafne

Em um ponto de sua história, Apolo insultou Eros, o deus do amor. Para se vingar, Eros decidiu atirar uma flecha dourada em Apolo, que o fez se apaixonar pela ninfa Dafne imediatamente.

Porém, Eros atirou em Dafne uma flecha de chumbo que a fez rejeitar Apolo e ignorar suas investidas e declarações amorosas.

Enquanto Apolo perseguia Dafne pela floresta, ela chamou seu pai para salvá-la, que a transformou numa árvore de louro. A partir daquele momento, o loureiro tornou-se sagrado para Apolo.

Veja também:

Data de atualização: 27/07/2021.