Significado do Dadaísmo

O que é o Dadaísmo:

Dadaísmo é uma vanguarda artística moderna que surgiu com o objetivo de romper com os estilos clássicos e tradicionais, agindo de modo “anárquico” e “irracional”.

Também conhecido como Movimento Dadá, esta vanguarda foi criada por um grupo de artistas (pintores, escritores e poetas) refugiados da Primeira Guerra Mundial, em 1916, em Zurique, na Suíça.

Os integrantes do dadaísmo eram totalmente contra a guerra, que era motivada por motivos capitalistas, e aos valores burgueses da época. Os dadaístas também atacavam qualquer tipo de sentimento que remetesse ao nacionalismo ou ao materialismo.

Refletindo o espírito desta vanguarda, a escolha do nome “dadaísmo” não possui nenhum significado específico. Os fundadores do movimento escolheram um nome aleatório no dicionário, representando um ato não racional e casual, estas que eram algumas das principais características do movimento.

O termo dada significa, em francês, “cavalinho de pau” ou “brinquedo de criança”, e também remete a linguagem típica dos bebês, que simboliza, por consequência, o caráter nonsense das obras dadaístas.

As obras do dadaísmo consistiam na desconstrução da arte tradicional, tendo como proposta a ideia da desordem, do caos e do acaso. Com isso, o propósito dos artistas dadaístas era criar uma arte de protesto que chocasse a sociedade burguesa.

O dadaísmo ganhou grande destaque na literatura. Neste caso, os textos eram compostos a partir da desorganização das palavras, da agressividade verbal, da banalização das rimas, incoerência, e a falta de lógica e raciocínio tradicional.

Os poemas dadaístas, por exemplo, eram escritos sem uma reflexão prévia do seu conteúdo, utilizando apenas uma disposição de palavras aleatórias, que eram escritas conforme o autor as pensava.

Entre alguns dos principais artistas que representavam o dadaísmo estava: Tristan Tzara (1896 – 1963), Marcel Duchamp (1887 – 1968), Hans Arp (1886 – 1966), Julius Evola (1898 – 1974), Kurt Schwitters (1887 – 1948), Max Ernst (1891 – 1976), Man Ray (1890 – 1976), entre outros.

Em pouco tempo, o movimento dadaísta começou a se espelhar por outras grandes metrópoles artísticas mundiais da época, como Barcelona, Berlim, Paris, Nova York, entre outras.

Posteriormente, alguns dos seguidores do dadaísmo deram início ao Surrealismo, e várias características desta vanguarda ainda permanecem presentes na arte contemporânea.

Saiba mais sobre o significado do Surrealismo.

Dadaísmo no Brasil

O dadaísmo influenciou o trabalho de alguns autores brasileiros, principalmente na literatura.

O principal representante deste estilo no Brasil foi o escritor Manuel Bandeira, consagrado o maior poeta lírico do modernismo nacional.

Mário de Andrade também é outra importante referência do dadaísmo no Brasil, sendo que suas obras continham uma grande carga crítica e eram construídas a partir do princípio do “nonsense”.

Características do Dadaísmo

Entre as principais características do dadaísmo está:

  • O combate das formas tradicionais e institucionalizadas da arte;
  • Ênfase nos absurdos e temas sem lógica (nonsenses);
  • Critica ao consumo e ao capitalismo;
  • Aversão a guerra e aos seus motivos capitalistas;
  • Valorização da irreverência artística;
  • Utilização de diversas formas de expressão cotidianas (fotografias, sons, poesias, músicas, jornais, objetos e etc) para a produção das obras plásticas;
  • Caráter pessimista e irônico em relação aos assuntos políticos.

Saiba mais sobre as principais Características do Dadaísmo.

Data de atualização: 11/05/2018. O significado do Dadaísmo está na categoria: Arte