Significado de Desenvolvimento sustentável

O que é Desenvolvimento sustentável:

O desenvolvimento sustentável é um conceito que alia o desenvolvimento econômico e social à preservação do meio ambiente.

O desenvolvimento sustentável tem como fundamento a preservação dos recursos naturais para as próximas gerações, conforme a definição elaborada pelas Nações Unidas:

Desenvolvimento sustentável é aquele que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades.

Atualmente, o modelo de produção econômica está baseado no consumo elevado de recursos naturais não renováveis, o que pode ter como consequência a escassez desses recursos no futuro.

Além do esgotamento de recursos, o modelo econômico atual causa imensos impactos ambientais e reproduz a pobreza e a desigualdade social.

Assim, o desenvolvimento sustentável vai além da preservação dos recursos naturais. Ele objetiva a melhoria da qualidade de vida das populações, a justiça social, a equidade econômica e a redução da fome e da pobreza.

Para alcançar esses objetivos é preciso estabelecer estratégias e políticas de economia de recursos e mudanças nos padrões de consumo.

Saiba mais sobre preservação do meio ambiente.

Desenvolvimento sustentável no Brasil

O desenvolvimento sustentável é uma garantia prevista pela Constituição de 1988, que em seu artigo 225 determina:

Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

Essa definição vai de encontro com o proposto pela ONU e coloca no Estado e na coletividade a responsabilidade por defender e preservar os recursos naturais.

Apesar da grande biodiversidade e biomas de importância global, o Brasil é um país que ainda necessita empreender muitos esforços em prol de um desenvolvimento sustentável, pois apresenta elevados níveis de degradação do meio ambiente.

Além da devastação das florestas e ecossistemas, da elevada emissão de gás carbônico na atmosfera e da poluição, o Brasil é um dos países com maior desigualdade social do planeta.

Segundo o IBGE, existem no Brasil mais de 50 milhões de pessoas em situação de pobreza - com renda inferior à R$ 406 por mês. E mais de 15 milhões em situação de extrema pobreza - com renda inferior a R$ 140 por mês.

Entenda o que é sustentabilidade.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Em 2015, a Organização das Nações Unidas definiu 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável. Essas metas valem até o ano de 2030 e devem nortear as políticas internas nos países e as ações de cooperação internacional.

Os ODS são:

  1. Erradicar a pobreza
  2. Erradicar a fome
  3. Saúde de qualidade
  4. Educação de qualidade
  5. Igualdade de gênero
  6. Água potável e saneamento
  7. Energias renováveis e acessíveis
  8. Trabalho digno e crescimento econômico
  9. Indústrias, inovação e infraestruturas
  10. Redução das desigualdades
  11. Cidades e comunidades sustentáveis
  12. Consumo e produção responsáveis
  13. Ação contra a mudança global do clima
  14. Vida na água
  15. Vida terrestre
  16. Paz, justiça e instituições eficazes
  17. Parcerias e meios de implementação

Saiba mais sobre a ONU.

Histórico do desenvolvimento sustentável

O conceito de desenvolvimento sustentável foi apresentado pela primeira vez na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, realizada em 1987, em Estocolmo, na Suécia.

Essa foi a primeira vez que o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente foram pensados de maneira conjunta. Até então, esses aspectos eram tratados separadamente.

Mas foi em 1983, com a criação da Comissão Mundial das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que o conceito de desenvolvimento sustentável foi elaborado.

Essa comissão tinha como objetivo estudar os impactos negativos das atividades humanas sobre o meio ambiente e também em formas de aliar o crescimento econômico à preservação do meio ambiente.

O resultado dessa pesquisa e a definição de desenvolvimento sustentável foram apresentados no relatório elaborado pela comissão, chamado “Nosso Futuro Comum”.

O conceito de desenvolvimento sustentável definido nessa ocasião foi utilizado como fundamento na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desmatamento, a ECO-92, realizada em 1992.

Durante a ECO-92 foram realizadas discussões e elaboradas propostas para a questões ambientais, como a preservação da biodiversidade e o combate às mudanças climáticas.

Posteriormente, outros encontros a nível internacional aconteceram com o objetivo de avaliar e estabelecer metas de preservação do meio ambiente, veja alguns exemplos:

  • Protocolo de Kyoto: é um tratado internacional, que entrou em vigor em 2005 e tem como objetivo a redução da emissão dos gases de efeito estufa.
  • COP-15: a Conferência das Partes sobre o Clima foi realizada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que aconteceu em 2009, discutiu as causas do aquecimento global e estabeleceu estratégias para conter a temperatura média do planeta.
  • COP-21: A COP-21 foi a Conferência das Partes, onde volte-se a discutir as mudanças climáticas e cujos trabalhos resultaram no Acordo de Paris, que traçou objetivos para manter em 2º C a temperatura média do planeta.

Entenda a relação entre o efeito estufa e aquecimento global.

Medidas para o desenvolvimento sustentável

Para que os recursos ambientais sejam preservados e que a natureza seja protegida, diversas medidas devem ser adotadas pelos governos, veja alguns exemplos:

  • Redução do desmatamento e degradação das florestas;
  • Reflorestamento de áreas degradadas pelas atividades humanas;
  • Estabelecimento de áreas de proteção ambiental;
  • Descarte adequado do lixo;
  • Diminuição da emissão dos gases de efeito estufa e outros poluentes;
  • Fontes limpas de energia.

Veja também 7 formas de preservar o meio ambiente.

Desenvolvimento sustentável e economia verde

É crucial que sejam tomadas posições políticas que fomentem a economia verde, ou seja, uma economia que seja voltada para a proteção ambiental.

Assim, é essencial o investimento em energias renováveis (como a energia eólica e solar), reciclagem, biocombustíveis, gestão de resíduos sólidos, etc. É igualmente importante reduzir as emissões de gases de efeito estufa e encorajar e instruir a população a reduzir a utilização de transportes individuais.

Saiba mais sobre consumo sustentável e veja exemplos de sustentabilidade.

Data de atualização: 21/11/2019.