Epicurismo

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Professor de Filosofia, Mestre em Ciências da Educação

O que é o epicurismo:

Epicurismo é uma corrente filosófica baseada na busca pela felicidade. A felicidade para os epicuristas consiste em uma vida pautada pelo autoconhecimento, pela amizade e pela prudência.

É a procura dos prazeres moderados para atingir um estado de tranquilidade e de libertação da dor, com a ausência de sofrimento a partir do conhecimento de si, do funcionamento do mundo e da limitação dos desejos.

Os desejos exacerbados, por exemplo, o desejo de riqueza, são fontes de perturbações constantes, dificultando o encontro do que realmente gera a felicidade.

O que leva as pessoas a viverem uma vida infeliz seria a má compreensão de suas verdadeiras necessidades e má interpretação sobre os prazeres.

É impossível viver prazerosamente sem viver prudentemente, belamente e justamente; nem viver "prudentemente, belamente e justamente" sem viver prazerosamente. (Epicuro)

O epicurismo é a corrente criada a partir do pensamento de um filósofo ateniense chamado Epicuro de Samos, no século IV a.C. Epicuro devotou sua vida a estudar o que, de fato, conduz as pessoas à felicidade.

Afirma que o prazer é o princípio básico das escolhas humanas. É a partir do prazer que algo é alvo do desejo ou da aversão. No entanto, há a necessidade de se calcular o prazer gerado pela ação, imediatamente e a longo prazo. Esse pensamento é chamado "cálculo hedonista".

Nenhum prazer é em si mesmo um mal, mas aquilo que produz certos prazeres acarreta sofrimentos bem maiores do que os prazeres.

Os seguidores do epicurismo são chamados de epicuristas e, segundo a corrente filosófica, devem procurar evitar a dor e as perturbações, levar uma vida longe das multidões (mas não solitário), dos luxos excessivos, se colocando em harmonia com a natureza e desfrutando da paz.

Outro valor defendido pelo epicurismo e seus defensores é a amizade. A amizade traz uma grande felicidade para as pessoas, já que a convivência pode ocasionar uma troca saudável de pensamentos e opiniões enriquecedoras.

Segundo Epicuro, o criador do epicurismo, as pessoas não podem viver de forma agradável se não forem prudentes, gentis com os outros e justas em suas atitudes e pensamentos sem viver prazerosamente. As virtudes então devem ser praticadas como garantia dos prazeres.

Segundo o epicurismo, para alcançar a felicidade é necessário conhecer a si mesmo (perceber as próprias necessidades), ter amigos e evitar os excessos.

Veja também:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestre em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).