Significado de Proletariado

O que é Proletariado:

Proletariado é a classe social mais baixa que se formou dentro das sociedades industrializadas, aquela que menos resistência poderia oferecer à pressão exercida pelas demais camadas sociais.

Proletariado é a classe dos proletários, é a classe dos operários, constituída de indivíduos que se caracterizam pela sua condição permanente de assalariados e pelos seus modos de vida e atitudes decorrentes de tal situação.

Apalavra proletário teve origem entre os romanos, para descrever o cidadão pobre que só era útil à República para gerar “prole” (filho), que no futuro iria servir à Pátria. No século XIX, a palavra proletariado passou a ser usada para identificar a classe sem propriedade, a classe que não possuía meios de produção capazes de gerar seu sustento, precisando vender sua força de trabalho para aqueles que possuíam os meios de produção.

Proletariado e burguesia

A burguesia é a classe social que está do lado oposto do proletariado, é a classe social, do regime capitalista, que abrange todos os grupos ou indivíduos cujos interesses se identificam com os dos possuidores de capital, ou seja, dos comerciantes, industriais, banqueiros, os proprietários de terras, os possuidores de riqueza e dos meios de produção.

Proletariado e capitalismo

O advento do capitalismo, organização econômica em que as atividades de produção e distribuição, obedecendo aos princípios da propriedade privada, da competição livre e do lucro, fez surgir uma divisão da sociedade em duas classes antagônicas, mas vinculadas pelo mecanismo do mercado: a dos possuidores dos meios de produção e a do proletariado industrial e rural.

Proletariado segundo Karl Marx

Karl Marx, crítico radical do capitalismo, que proclamou a emancipação da humanidade numa sociedade sem classes, via no proletariado todo o potencial revolucionário, pois era a classe que produzia todos os bens econômicos para a sociedade, sendo explorada, sem receber o capital compatível com o resultado de seu trabalho.

A expressão "mais-valia", criada por Marx, parte do princípio que o empregador paga ao trabalhador um montante muito menor do que o devido e através desse mecanismo o empregador gera seu lucro. Desse modo, o antagonismo entre a burguesia e o proletariado com seus interesses contrários resulta numa relação do explorador x o explorado.

Ver também

Data de atualização: 18/06/2019.