Animais

Rubens Castilho
Revisão por Rubens Castilho
Professor de Biologia

Os animais são os seres vivos que integram o Reino Animalia e se caracterizam por serem pluricelulares, com células eucariontes e heterotróficos.

Isso quer dizer que os organismos dos animais são compostos de múltiplas células (pluricelular), que têm núcleo definido, com o DNA envolvido em uma membrana nuclear (célula eucarionte), e não são capazes de produzir seu próprio alimento (heterotróficos).

Exitem 5 reinos em que os seres vivos são categorizados: vegetal (plantas), fungi (fungos), protista (protozoários e algas), monera (bactérias) e animal, que abrange todos os animais.

Tipos de animais

Os animais são divididos em duas categorias principais:

  • Animais vertebrados - são os que possuem uma coluna vertebral ou espinha dorsal. São os animais cordados, como peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos;
  • Animais invertebrados - são aqueles que não possuem uma coluna vertebral ou espinha dorsal. Por exemplo: cnidários, insetos, aracnídeos, moluscos, entre outros.

Veja mais sobre animais vertebrados e invertebrados.

Classificação dos animais

Os animais são classificados em filos, é uma forma de organizá-los em grupos conforme o seu corpo, organização estrutural e suas relações evolutivas.

Abaixo do filo, existem outras categorias, como classe, ordem, família, gênero e espécie, que possibilitam classificações ainda mais detalhada.

O Reino Animalia tem 9 filos de animais: os poríferos, cnidários, equinodermos, platelmintos, nematoides, anelídeos, moluscos, artrópodes e cordados.

Poríferos

Esponja marinha no fundo do mar azul

Animais poríferos pertencem ao filo Porifera, também são conhecidos como esponjas. Trata-se de animais aquáticos simples, está entre os filos mais primitivos do reino animal.

Suas principais características são a ausência de tecidos verdadeiros, seus corpos são constituídos por pinacoderme e coanoderme, que são camadas de células de revestimento interno e externo, respectivamente. Entre as duas camadas, há uma substância aquosa chamada de mesogleia.

As esponjam funcionam como espécies de filtros, quando a água entra em suas câmaras aquíferas, elas conseguem captar partículas de alimentos. A água entra pelos poros e saem pelo ósculo, passando pelas câmaras.

As esponjas têm esqueleto rígido, formado por minerais ou proteínas. Sua reprodução pode se tanto sexuada, quanto assexuada. A reprodução sexuada acontece quando as esponjas soltam os gametas na água, já a assexuada ocorre por brotamento ou regeneração.

Cnidários

Águas-vivas de cor alaranjada no fundo do mar azul

São os animais que fazem parte do filo Cnidaria, águas-vivas, corais, anêmonas-do-mar e hidras. Esses animais possuem cnidócitos, células especializadas com estruturas urticantes, utilizadas para capturar presas ou se defender de predadores.

Eles têm a chamada simetria radial, que faz com o seu corpo seja organizado ao redor de um eixo central, dividindo o corpo em duas metades semelhantes.

Também possuem uma cavidade gastrovascular, que funciona como sistema digestivo e como cavidade circulatória. A digestão é extracelular e acontece nessa cavidade.

A reprodução pode ser sexuada, com os gametas sendo liberados na água e a fecundação acontecendo no ambiente externo, e assexuada, por brotamento ou fragmentação.

Muitos cnidários têm um ciclo de vida com dois estágios: pólipo e medusa. Os pólipos estão geralmente fixados ao substrato, já as medusas são livres, com capacidade para nadar.

Equinodermos

Estrela do mar de cor amarela, dentro da água, com fundo escuro.

Os animais equinodermos fazem parte do filo Echinodermata, são as estrelas-do-mar, ouriços-do-mar, pepinos-do-mar, lírios-do-mar e crinoides.

Esses animais têm um esqueleto interno calcificado, composto de placas ou ossículos dérmicos. Também possuem sistema vascular hidráulico, formado por canais e tubos que permitem a locomoção, alimentação e respiração.

A maioria dos equinodermos têm os chamados pés ambulacrários, que são utilizados para a locomoção, fixação e captura de alimentos.

Eles podem se reproduzir de forma sexuada e assexuada. Os gametas são liberados na água e a fecundação é externa, no caso da reprodução sexuada.

Já na assexuada, pode acontecer fragmentação, brotamento, fissionamento (quando um corpo adulto se divide em dois ou mais) ou ainda por autofecundação.

Platelmintos

Verme achatado de cor marrom escura e bordas amarelas sobre uma pedra.

São animais que fazem parte do filo Platyhelminthes, mais conhecidos como vermes achatados. Entre as suas principais características estão o corpo achatado e sem cavidade corporal verdadeira (celoma).

Além de ter sistema digestivo simples (com uma única abertura que serve tanto como boca quanto como ânus) ou sem sistema digestivo (absorvendo nutrientes pela pele), e sistema nervoso rudimentar.

Muitos platelmintos são parasitas, ou seja, vivem em outros organismos, dos quais obtêm nutrientes. Alguns exemplos de platelmintos parasitas incluem a tênia e o esquistossoma (causador da esquistossomose).

Sua reprodução pode ser assexuada, por fragmentação, sexuada ou por autofecundação (com muitos desses animais sendo hermafroditas).

Os platelmintos são importantes para os ecossistemas, nas funções de decompositores dentro da cadeia alimentar. Entretanto, alguns podem causar doenças em humanos e outros animais.

Nematóides

Visto por meio de telescópio, um nematóide de cisto de soja e um ovo em tons de laranja e verde.
Nematóide de cisto, e seu ovo, dentro da soja, aumentado por meio de microscópio eletrônico.

Pertencem ao filo Nematoda, composto por vermes cilíndricos. São caracterizados por seus corpos longos e cilíndricos. Têm cavidade pseudocelomática, que serve como um sistema hidráulico de suporte e transporte de nutrientes.

Eles têm sistema digestivo completo e se locomovem por meio de contrações musculares longitudinais. Podem se reproduzir tanto assexuadamente, como sexuadamente.

Alguns nematóides são parasitas de plantas, animais e seres humanos, causando uma variedade de doenças. No entanto, outros inofensivos e desempenham funções importantes como decompositores.

Anelídeos

Minhocas marrons rastejam sobre a terra.

São animais do filo Annelida, composto por vermes segmentados, como as minhocas, sanguessugas e poliquetas. Esses animais têm o corpo segmentado, dividido em metâmeros e separado por septos. A segmentação é importante porque permite flexibilidade e movimento nos anelídeos.

Têm o sistema digestivo completo e se movimentam usando contrações musculares (em seus segmentos), assim como cerdas ou parapódios especializados. Respiram pela pele, com alguns grupos tendo brânquias para a respiração aquática.

Os anelídeos têm sistema nervoso centralizado, com um cérebro em uma extremidade e um cordão nervoso que se estende ao longo do corpo. Podem se reproduzir tanto sexualmente quanto assexuadamente, sendo a maioria dos indivíduos separados entre o sexo masculino e feminino.

Moluscos

Polvo esbranquiçado com o fundo escuro do fundo do mar.

Os moluscos formam o filo Mollusca, que tem como animais: caracóis, caramujos, lesmas, polvos, lulas e mexilhões. Esses animais possuem o corpo mole, que pode ser protegido por uma concha calcária. Possuem pé muscular, usado para locomoção tanto na terra, quanto na água.

Muitos também possuem uma estrutura chamada rádula, que serve para raspar e rasgar alimentos. Têm o sistema digestivo completo e a sua reprodução pode ser sexuada, com fecundação externa, e assexuada, por brotamento ou fragmentação.

Veja a diferença entre camuflagem e mimetismo presente nos polvos.

Artrópodes

Aranha cinzenta e peluda, com grandes olhos, sobre uma folha verde, na floresta.

Os artrópodes são animais que pertencem ao filo Arthropoda, composto por enorme variedade de espécies, incluindo insetos, aracnídeos, crustáceos e miriápodes. Esse filo é considerado o mais abundante e diverso do reino animal.

Entre as suas características está o exoesqueleto quitinoso, que dá suporte para seus corpos. O exoesqueleto é periodicamente descartado e substituído. Eles têm o corpo segmentado, com apêndices articulados (pernas, antenas e mandíbulas) ligados aos segmentos.

Suas formas de locomoção são diversas, podem correr, nadar, voar e cavar. A respiração também é diversificada, podem utilizar brânquias, traqueias, pulmões ou a superfície do corpo.

Os artrópodes podem se reproduzir sexualmente ou assexuadamente, dependendo da espécie. Muitos têm características físicas distintas entre machos e fêmeas.

Entre eles, existem os chamados insetos sociais, que apresentam cuidado parental e organização social complexa, como é o caso das formigas, abelhas e cupins.

Cordados

Leão e filhote deitados nas folhares rasteiras da savana.

São chamados animais cordados, os que pertencem ao filo Chordata. Tratam-se de animais como peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Todos os animais vertebrados são cordados (entretanto existem alguns cordados invertebrados).

Entre suas características está a notocorda, estrutura flexível e de suporte localizada na parte dorsal do corpo, que geralmente está presente na fase embrionária e é substituída pela coluna vertebral em animais adultos.

Têm tubo nervoso oco, que se forma durante o desenvolvimento embrionário e se torna o sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal) em animais crescidos.

Possuem também fendas faríngeas, que são aberturas nas paredes laterais da faringe que se desenvolvem durante o estágio embrionário. Em animais aquáticos, essas fendas se tornam as brânquias. Nos animais terrestres, transformam-se em estruturas como a laringe e as glândulas da tireoide.

Os cordados têm ainda cauda pós-anal, na qual a estrutura da cauda se estende após o ânus (nas fases embrionárias). Em alguns animais, como os peixes, essa cauda persiste na vida adulta, enquanto em outros, ela desaparece durante o desenvolvimento.

Bebê humano enrolado em lençol branco, de olhos fechados, boceja.
Os seres humanos também são animais, pertencem ao filo dos cordados, sendo mamíferos.

Veja também diferença entre asno, jumento, burro, mula e bardoto.

Características dos animais

Urso panda de boca aberta comendo folhas de bambu
Os pandas, assim como todos os outros animais, alimentam-se com os recursos do meio ambiente.

As principais características dos animais são a pluricelularidade, de células eucariontes, a heterotrofia e respiração aeróbia. Os animais são compostos de múltiplas células organizadas em tecidos, órgãos e sistemas.

Isso significa que seus corpos são formados por mais de uma célula, diferenciadas e que cumprem funções específicas. Há organismos que são unicelulares, ou seja, são compostos por apenas uma célula. É o caso das bactérias e dos protozoários.

As células dos animais são eucariontes, porque possuem um núcleo definido, com material genético (DNA) envolto por membrana nuclear. Também possuem organelas membranosas, como mitocôndrias e complexo de Golgi, que desempenham funções dentro da célula.

Esse aspecto também difere os animais das bactérias, que têm células procariontes, sem núcleo e com o material genético disperso no interior da célula.

Já a heterotrofia é uma característica que diferencia os animais das plantas. As plantas conseguem produzir o próprio alimento através da fotossíntese, por isso, são autotróficas. Já os animais são heterótrofos porque não conseguem produzir o seu próprio alimento, buscando comida no meio ambiente.

Os animais podem se alimentar de vegetais (herbívoros), como as ovelhas, os bois e as girafas. Podem comer somente carne de outros animais (carnívoros), como os leões, onças e aves de rapina. Existem ainda os animais que se alimentam de plantas e carne (onívoros), por exemplo, os cachorros, ratos, baratas e seres humanos.

Os animais também são aeróbicos, isso quer dizer que respiram o oxigênio (e soltam gás carbônico) do meio ambiente em que estão inseridos, seja do ar ou da água.

Saiba mais sobre as ovelhas e as suas características e o que são aves de rapina.

Ciclo de vida dos animais

Elefante fêmea e seu filho andam entre árvores.
Elefante fêmea, após a fase de reprodução, e seu filhote, em fase de crescimento.

O chamado ciclo de vida dos animais mostra as mudanças pelas quais um animal passa desde o nascimento até a morte. Existem variações entre os diferentes grupos de animais, mas em resumo, o ciclo da vida tem as seguintes fases:

  • Nascimento ou eclosão - é quando o animal sai do ovo ou do útero materno, chegando ao meio ambiente;
  • Desenvolvimento - trata-se do período de crescimento, em que o animal aumenta de tamanho e aprende as habilidades necessárias para a vida adulta;
  • Maturidade sexual - é o momento em que o animal já consegue se reproduzir, pois suas estruturas reprodutoras já estão maduras. A idade da maturidade sexual varia muito de espécie para espécie;
  • Reprodução - é quando o animal se reproduz, garantindo a continuação da espécie por meio de seus descendentes. A reprodução pode envolver acasalamento, postura de ovos, nascimento de filhotes e outros processos reprodução;
  • Envelhecimento - é a fase em que os animais começam a mostrar sinais de fraqueza, tornando-se mais vulneráveis a doenças e predadores;
  • Morte - é o fim da vida do animal.

É importante ressaltar que o ciclo de vida pode variar bastante entre as diferentes espécies de animais. Alguns animais morrem logo após a reprodução, por exemplo. Portanto, nem todos os animais têm o ciclo da vida dessa forma.

Os animais também fazem parte da cadeia alimentar, ou seja, consomem outros seres vivos como alimento e servem de comida para outros animais. Por isso, na maioria das vezes têm a sua morte provocada por predadores, podendo não completar todas as fazes do ciclo da vida.

Os fatores ambientais influenciam consideravelmente na vida dos animais, a existência de recursos (como água e alimento) e as condições climáticas são essenciais para sobrevivência animal.

Veja também o que é a cadeia alimentar e o meio ambiente.

Nomes de animais de A a Z

Conheça alguns exemplos de nomes de animais com todas as letras do alfabeto:

Animais com a letra A

  • Abelha
  • Anta
  • Arara
  • Águia
  • Alce
  • Avestruz
  • Anêmona-do-mar
  • Andorinha
  • Albatroz
  • Arraia

Animais com a letra B

  • Baleia
  • Borboleta
  • Besouro
  • Bufalo
  • Barata
  • Beija-flor
  • Boi
  • Bisão

Animais com a letra C

  • Cachorro
  • Canguru
  • Cavalo
  • Coruja
  • Coelho
  • Carpa
  • Cobra
  • Camelo
  • Cisne
  • Caranguejo

Conheça a diferença entre cobras venenosas e peçonhentas.

Animais com a letra D

  • Dromedário
  • Doninha
  • Diabo-da-tasmânia
  • Dragão-de-Komodo
  • Dourado (peixe)
  • Dugongo

Animais com a letra E

  • Elefante
  • Esquilo
  • Emu
  • Enguia
  • Escorpião
  • Estrela-do-mar
  • Egretta (um tipo de garça)
  • Equidna (conhecido como ouriço-cacheiro)

Animais com a letra F

  • Foca
  • Falcão
  • Formiga
  • Flamingo
  • Fuinha
  • Fuça
  • Feneco (conhecido como raposa-do-deserto)
  • Faisão
  • Furão

Animais com a letra G

  • Girafa
  • Gorila
  • Gato
  • Ganso
  • Garça
  • Galo
  • Galinha
  • Golfinho
  • Guepardo
  • Gafanhoto

Animais com a letra H

  • Hiena
  • Hipopótamo
  • Hidra
  • Harpia
  • Haddock
  • Hamster

Animais com a letra I

  • Iguana
  • Impala
  • Íbis
  • Irara
  • Íbex
  • Iaque
  • Indri

Animais com a letra J

  • Jacaré
  • Jaguar
  • Jararaca
  • Jabuti
  • Jacu
  • Jaçanã
  • Javali
  • Jandaia

Entenda diferença entre jacaré e crocodilo.

Animais com a letra K

  • Kinguio
  • Krill
  • Koala (Coala)
  • Kowari

Animais com a letra L

  • Leão
  • Leopardo
  • Lobo
  • Lince
  • Lontra
  • Lagarto
  • Libélula
  • Lambari
  • Lhama
  • Lula

Animais com a letra M

  • Macaco
  • Morcego
  • Morsa
  • Mariposa
  • Mosquito
  • Minhoca
  • Marmota
  • Mangusto
  • Moréia
  • Mustangue

Animais com a letra N

  • Naja
  • Narval
  • Nandú
  • Narceja

Animais com a letra O

  • Orangotango
  • Onça
  • Ouriço
  • Ornitorrinco
  • Ovelha
  • Orca
  • Ouriço-do-mar
  • Ostraceiro
  • Ostra
  • Órix

Animais com a letra P

  • Panda
  • Pinguim
  • Porco
  • Pássaro
  • Pato
  • Pavão
  • Pantera
  • Peixe
  • Puma
  • Papagaio

Animais com a letra Q

  • Quati
  • Quetzal
  • Quirópteros
  • Quokka
  • Quelea

Animais com a letra R

  • Rinoceronte
  • Raposa
  • Rato
  • Rouxinol
  • Rêmora
  • Raia
  • Robalo

Animais com a letra S

  • Sapo
  • Salmão
  • Sapo-cururu
  • Sardinha
  • Sagui
  • Serpente
  • Suricate
  • Surucucu

Animais com a letra T

  • Tigre
  • Tartaruga
  • Tucano
  • Touro
  • Tamanduá
  • Texugo
  • Tatu
  • Teiú
  • Tarântula
  • Tordo

Saiba diferença entre tartaruga, cágado e jabuti.

Animais com a letra U

  • Urso
  • Urubu
  • Urutu
  • Uapiti
  • Uirapuru
  • Uacari
  • Urutau

Animais com a letra V

  • Vaca
  • Veado
  • Víbora
  • Vagalume
  • Vespa
  • Visom
  • Vombate

Animais com a letra W

  • Wallaby

Animais com a letra X

  • Xantusia
  • Xaréu
  • Xará

Animais com a letra Y

  • Yorkshire Terrier

Animais com a letra Z

  • Zebra
  • Zebu
  • Zangão
  • Zorrilho
  • Zebroide
  • Zarro

Saiba o que são animais silvestres e animais domésticos e animais em extinção.

Rubens Castilho
Revisão por Rubens Castilho
Biólogo (Licenciado e Bacharel), Mestre e Doutorando em Botânica - Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atua como professor de Ciências e Biologia para os Ensinos Fundamental II e Médio desde 2017.
Outros conteúdos que podem interessar