Fobia

O que é um fobia:

Fobia é um sentimento exagerado de medo e aversão por algo ou alguém. A palavra fobia pode ser considerada um sinônimo de medo extremo.

A fobia normalmente é tratada como uma patologia, considerada uma doença psicológica, e que causa o medo mórbido, a repulsa e a angústia intensa de algo específico, um lugar, uma condição, um sentimento e etc.

Cada fobia tem um nome específico. Exemplo: aracnofobia (medo de aranhas), claustrofobia (medo de lugares fechados ou com muitas pessoas), coulrofobia (medo de palhaços), acrofobia (medo de altura), catsaridafobia (medo irracional de baratas), aicmofobia / aiquimofobia / belonofobia (medo de agulhas ou injeções) e nictofobia (medo do escuro).

A palavra fobia se originou a partir do grego phóbos, que significa "medo" ou "terror".

Entenda o que é Fobia Social

A fobia social é um transtorno comportamental caracterizado pelo intenso medo e ansiedade de manter contato ou de estar inserido em um grupo social desconhecido.

As pessoas que sofrem com fobia social não conseguem suportar a ideia de serem analisadas ou avaliadas por outras pessoas, temendo a reprovação. Esse receio extremo acaba por afetar a vida dessas pessoas, que se isolam e possuem grandes dificuldades em manter uma vida social normal.

Atividades corriqueiras como comer, falar, andar ou mesmo escrever passa a ser um desafio para as pessoas que sofrem com fobia social, quando estão sob olhares de algum desconhecido.

Ao contrário da fobia social, a timidez é um sentimento compartilhado por todos os seres humanos, em níveis e situações diferentes. Na realidade, a timidez é bastante normal quando um indivíduo está em um ambiente diferente ou novo, do qual ainda não está habituado. Porém, a tendência é ir se adaptando e se familiarizando com o novo local ou com as novas pessoas, fazendo com que o medo e a insegurança vá desaparecendo aos poucos.

No entanto, o que distingue uma pessoa tímida de uma com fobia social são as consequências que o medo de conviver em sociedade pode acarretar para a vida do indivíduo. Por exemplo, um comportamento esperado de um indivíduo com fobia social seria a de desistir de um curso ou sair da escola por medo de apresentar um trabalho oralmente para toda a turma.

O tratamento da fobia social, assim como os outros tipos de fobia, deve ser feito e acompanhado por psicólogos ou psiquiatras, através de sessões de terapias ou, em alguns casos, remédios próprios para o excesso de ansiedade.

Exemplos de fobias

  • Claustrofobia: medo de espaços fechados.
  • Aracnofobia: medo de aranhas.
  • Acrofobia: medo de alturas.
  • Aicmofobia / aiquimofobia / belonofobia: medo de agulhas ou injeções.
  • Nictofobia: medo do escuro.
  • Papyrofobia: medo irracional de papéis.
  • Metrofobia: medo irracional de poemas e poesias.
  • Efebofobia: medo irracional que algumas pessoas sentem de estar próximas de outras pessoas mais jovens.
  • Somnifobia: medo de dormir. As pessoas com essa fobia temem nunca mais acordar, caso durmam, ou que acordem com algum tipo de doença mental.
  • Onomatofobia: medo irracional de pronunciar ou escutar algumas palavras.
  • Filofobia: medo de amar.

Veja também: medo