Significado de Lúcifer

O que é Lúcifer:

Lúcifer é o portador da luz, a estrela da manhã.

Na tradição cristã, é um dos nomes do diabo.

A palavra Lúcifer vem do latim lux, que significa luz, e ferre, que é levar, portar. É portanto o portador da luz, ou ainda a estrela da manhã ou filho d'alva, como se encontra em registros antigos.

Estas expressões também representavam o Planeta Vênus, um dos corpos celestes mais brilhante e que mantém sua luz ao lado da lua até os primeiros raios da manhã.

Em hebraico, o nome lúcifer é traduzido para helel.

Há um entendimento teológico de que o termo lúcifer enquanto nome próprio é um equívoco de uma das traduções da Bíblia ao longo dos milênios. O único versículo que fala em "lúcifer" é Isaías 14:4, e que corresponderia na verdade ao Rei Nabucodonosor da Babilônia, chamado de "estrela da manhã".

O anjo caído

A tradição cristã conhece o nome Lúcifer como o anjo caído que também é conhecido como Satanás. Esta concepção foi criada por São Jerônimo ao traduzir a Vulgata, a Bíblia em Latim, no século 4 d.C.

Lúcifer era um anjo da Ordem dos Querubins, descrito na Bíblia como de beleza impressionante e de relação muito próxima a Deus e ele próprio foi criado Deus. No entanto, Lúcifer quis ser como Deus e foi expulso do paraíso.

O anjo de luz julgava-se superior ao homem e ao resto da criação, por ter sido criado antes e apresentar características que julgava mais importantes. Seu orgulho e insolência o fizeram abandonar o Céu.

No livro de Apocalipse, a Bíblia fala sobre a batalha entre o Arcanjo Miguel e Lúcifer. Ele será derrotado e como punição Deus o enviará para o Inferno, onde Lúcifer (também conhecido como Satanás) ficará preso eternamente.

O termo Lúcifer é então atribuído apenas quando é mencionada a queda do anjo, que é sua expulsão do Céu.

Data de atualização: 02/01/2018.