Pentecostes

O que é o pentecostes:

Pentecostes é uma celebração religiosa cristã que comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo, cinquenta dias depois da Páscoa.

Atualmente, o Pentecostes é comemorado principalmente pela igreja católica e ortodoxa, no entanto, ambas celebram em datas diferentes. Em 2021, o Dia de Pentecostes será comemorado em 23 de maio, por exemplo.

Por norma, o Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, data instituída como a da ressurreição de Jesus Cristo.

Para os cristãos, o Pentecostes é uma das datas mais importantes do Calendário Litúrgico, juntamente com a Páscoa e o Natal.

O termo “Pentecostes” se originou a partir do grego pentēkostḗ, que significa “quinquagésimo”, em referência aos 50 dias que se sucedem depois da Páscoa.

No Antigo Testamento da bíblia sagrada cristã, o Pentecostes era uma comemoração feita exclusivamente pelos judeus, logo após a última colheita do ano, numa forma de agradecer pela comida providenciada por Deus.

Também ficou conhecida como uma celebração da Lei de Deus. Essa comemoração aconteceu especificamente na primeira Páscoa após o povo de Israel sair da escravidão do Egito e receber os Dez Mandamentos enviados por Deus.

Porém, no Antigo Testamento, o Dia de Pentecostes é citado com outros nomes, como: Festa da Colheita ou Sega (Êxodo 23.16), Festa das Semanas (Deuteronômio 34.22) e Dia das Primícias dos Frutos (Números 28.26).

No Novo Testamento, a comemoração de Pentecostes é citada no livro dos Atos dos Apóstolos 2, episódio que narra o momento em que os apóstolos de Cristo receberam os dons do Espírito Santo, logo após a subida de Jesus aos céus.

“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”. (Atos dos Apóstolos 2:1-4)

Pentecostes para os judeus

A origem da festa do Pentecostes é na realidade baseada em uma antiga tradição hebraica, chamada Shavuoth, e que significa “Semanas”.

Para os judeus, o pentecostes era uma celebração de agradecimento a Deus pela colheita, além de homenagear a memória do dia em que Moisés recebeu as Tábuas com as Leis Sagradas, conhecidas por Torah.

Ao contrário do Pentecostes cristão, o Pentecostes judeu durava sete dias e começava a partir do Pesah (festa da libertação do Egito).

Com o passar do tempo, o sentido da comemoração do Pentecostes entre os judeus deixou de se focar nos agradecimentos pela colheita, fixando-se exclusivamente nas festas da criação do Torah (que seriam os Dez Mandamentos, para os cristãos).

Ver também:

Atualizado em