Significado da Primeira lei de Mendel

O que é a Primeira lei de Mendel:

A primeira lei de Mendel enuncia que cada característica do ser humano é determinada por um par de fatores que são separados durante a formação do gameta. Quando ocorre a fecundação, o fator da mãe e o fator do pai se unem formando um novo fator.

Também chamada de Lei da Segregação dos Fatores, essa lei foi formulada por Gregor Johan Mendel, que devido aos seus estudos e descobertas, é considerado o pai da genética.

Veja o que diz essa lei:

Todas as características de um indivíduo são determinadas por genes que se segregam, separam-se, durante a formação dos gametas, sendo que, assim, pai e mãe transmitem apenas um gene para seus descendentes.

1ª lei de Mendel: o experimento com ervilhas

Mendel estava interessado em saber como as características eram transmitidas de geração em geração e para isso realizou experimentos com ervilhas de cheiro (Pisum sativa). As características dessa planta que possibilitaram o sucesso da sua experiência são:

  • Ciclo de vida curto;
  • Capazes de fazer autofecundação;
  • Fácil cultivo;
  • Número grande de descendentes;
  • Cores e formas fáceis de observar.

Para fazer o experimento, Mendel utilizava plantas de linhagem pura. Para ter a certeza de que eram puras, era necessário que durante 6 gerações os indivíduos gerados pela fecundação tivessem a mesma característica.

Por exemplo, se ao longo de 6 gerações, as plantas de semente amarela gerassem apenas plantas de sementes amarelas, estas eram consideradas puras. Se entre essas 6 gerações alguma planta tivesse sementes verdes, a planta não seria utilizada no experimento.

Após dois anos de verificação da pureza das plantas, Mendel iniciou os cruzamentos para entender como as características são transmitidas entre as gerações. Em cada experimento, Mendel analisava apenas uma característica, veja quais características foram analisadas nesses experimentos:

  • Cor da semente;
  • Textura da semente;
  • Forma das vagens;
  • Cor do tegumento;
  • Cor das vagens;
  • Altura das plantas;
  • Posição das flores.

A cor das sementes de ervilhas

Para realizar o experimento com a característica "cor das sementes", Mendel fez o cruzamento de uma semente pura verde (vv) com uma semente pura amarela (VV). Essas duas sementes são consideradas a geração parental.

Todas as sementes originadas dessa fecundação eram amarelas (Vv) e essa geração foi denominada de F1. Essas sementes foram consideradas híbridas, pois eram descendentes de plantas com diferentes características.

Em seguida, as sementes de F1 foram autofecundadas e o resultado desse cruzamento foi: 3 sementes amarelas e 1 semente verde, ou seja, 75% de amarelas e 25% de verdes. Veja o esquema abaixo:

Primeira lei de Mendel

A partir desse experimento, Mendel concluiu que existiam dois fatores que determinavam a cor das sementes das ervilhas, sendo que um deles era dominante, o amarelo, e outro recessivo, o verde.

Conclusões da primeira lei de Mendel

  • Cada característica de um indivíduo é determinada por um par de genes (ou fatores);
  • As características dos indivíduos são hereditárias;
  • As características são transmitidas pelos genes;
  • Os indivíduos herdam um gene do pai e um gene da mãe para cada característica.

Assim, podemos afirmar que todas as características dos indivíduos, como cor dos cabelos, cor dos olhos ou formato do nariz, são formadas por um par de genes, sendo um deles proveniente da mãe, outro do pai.

A separação desses genes acontece pelo processo de meiose que divide o gameta em dois. No momento da fecundação, os gametas se unem e formam um par de fatores, que determinará a característica do novo indivíduo.

Saiba mais sobre gene.

Exercício primeira lei de Mendel

Cruzando-se flores brancas Bb com flores roxas bb, os descendentes serão:

Primeira lei de Mendel

Como resultado desse cruzamento temos duas flores roxas (50%) e duas flores brancas (50%).

Primeira e segunda lei de Mendel

O mecanismo de transmissão de características de um indivíduo para o outro foi explicado por Mendel por duas leis. Na primeira lei, como vimos, Mendel realizou o cruzamento de ervilhas e observou apenas uma de suas características.

Para a formulação da segunda lei, Mendel cruzou plantas com diferentes características, no caso sementes de ervilha amarelas e lisas e ervilhas de sementes verdes e rugosas.

Na geração F2 desse cruzamento, foram originadas sementes verdes lisas e rugosas e sementes amarelas lisas e rugosas. Esse resultado levou à constatação de que as características são determinadas de maneira independente umas das outras.

Também chamada de Lei da Segregação Independente dos Genes ou Diibridismo, essa lei tem o seguinte enunciado:

As diferenças de uma característica são herdadas independentemente das diferenças em outras características.

Saiba mais sobre as leis de mendel.

Quem foi Gregor Mendel?

Mendel (1822 - 1884) era um austríaco filho de camponeses e ingressou no mosteiro da Ordem de Santo Agostinho quando tinha 21 anos. Devido ao contato com o trabalho de seus pais, desenvolveu interesse pelas plantas ainda cedo.

Ao entrar no Instituto de Filosofia Olmutz pode aprofundar seus estudos sobre as plantas e em 1843 começou a lecionar disciplinas de ciências naturais e dedicou-se ao cruzamento das plantas.

Devido à suas pesquisas e importantes contribuições para o estudo da hereditariedade, Mendel é considerado o pai da genética.

Veja também o significado de hereditariedade, genoma e DNA.

Data de atualização: 31/10/2019.