Significado da Quarta Revolução Industrial

Juliana Bezerra
Revisão por Juliana BezerraProfessora de História

O que é a Quarta Revolução Industrial:

A Quarta Revolução Industrial é um novo período de revolução na indústria, marcado pela presença de novas tecnologias. É considerada a maior revolução desde a ocorrência da Revolução Industrial no século XVIII.

É caracterizada pelo desenvolvimento de tecnologias em áreas como genética, física, tecnologias e avanços digitais. Os impactos desses avanços já podem ser percebidos em diversos setores da sociedade e afetam o desenvolvimento dos mercados e dos negócios, as relações de emprego e as relações sociais.

As inovações também provocam discussões sobre a ética e limites das relações em geral, como acontece com as questões das manipulações biológicas e genéticas, por exemplo.

Características da 4ª Revolução Industrial

As características dessa revolução, derivadas das inovações tecnológicas e do avanço da internet, são as seguintes:

  • Máquinas inteligentes: a tecnologia da inteligência artificial permite que, a partir do uso de dados acumulados, organizados e guardados, como é o caso dos algoritmos, as máquinas possam "aprender" e desempenhar atividades sem a necessidade de interferência humana. Um exemplo é o uso de robôs nas linhas de produção das indústrias.
  • Importância dos dados: na era atual, o poder dos dados e da informação que são capazes de armazenar é uma das mais poderosas ferramentas, que podem ser utilizadas para inúmeros recursos e atividades. São exemplos: aumento de produtividade, melhora no comércio, etc.
  • Geração de energia menos poluente: a busca pela criação e pelo uso de formas de geração de energia que sejam menos poluentes e menos prejudiciais ao meio ambiente também é uma característica desse período. São exemplos de energias menos poluentes a energia solar e a energia eólica.

Impactos da 4ª Revolução Industrial

A revolução é responsável por mudanças e novidades que transformam e seguirão transformando as indústrias e as sociedades em um futuro próximo.

Conheça um pouco sobre as maiores inovações tecnológicas da Quarta Revolução Industrial:

Robótica

A robótica é o uso de tecnologias muito avançadas que utilizam circuitos e sistemas mecânicos para construir robôs que sejam capazes de cumprir tarefas e possam ser usados em atividades industriais ou domésticas.

A tecnologia vinda da robótica pode ter muitas aplicações e tem como vantagens a redução de gastos e o aumento de produtividade, além da diminuição de erros nos processos industriais.

Essas inovações vêm sendo utilizadas na substituição do trabalho humano e, em relação a este uso, como ponto negativo da aplicação da robótica, está o aumento do desemprego.

Entretanto, de outro ponto de vista, a chegada dessa tecnologia também vai gerar outros tipos de novos empregos.

RobóticaRobótica aplicada às linhas de produção industriais.

Realidade aumentada

A realidade aumentada é a aplicação de modernas tecnologias para unir a experiência proporcionada pelo mundo virtual ao mundo real. Para que essa realidade possa ser experienciada é preciso que sejam usados dispositivos, sensores e softwares que façam a ligação entre estes dois mundos.

A tecnologia funciona a partir da junção das informações virtuais gravadas no software e os equipamentos que permitem que o usuário vivencie a experiência de realidade aumentada.

A tecnologia pode ser utilizada em inúmeras aplicações diferentes. Por exemplo: em jogos, filmes e animações, em aplicativos para celulares, no desenvolvimento de produtos de design e até mesmo em cirurgias.

Inteligência artificial

A inteligência artificial é um ramo da ciência da computação que desenvolve sistemas que permitem que máquinas e dispositivos de informática desempenhem atividades com uma "substituição ao raciocínio humano".

Na inteligência artificial, a partir da aplicação de tecnologias de processamento e armazenamento de dados, espera-se que os dispositivos sejam capazes de tomar decisões, fazer análises de dados e resolver situações.

Leia mais sobre Inteligência artificial.

Nanotecnologia

A nanotecnologia é uma área da ciência que estuda o uso de moléculas e átomos, chamada de escala atômica e molecular. De forma simples, pode-se dizer que a nanotecnologia é baseada no estudo sobre estruturas que são formadas por átomos.

Essa tecnologia pode ser utilizada para diversas funções, como na inovação da ciência, na criação de novos materiais, em melhorias para a saúde, entre muitas outras. Ela tem sido amplamente utilizada principalmente nas inovações da informática, da comunicação e da medicina.

NanotecnologiaPesquisa e inovação em nanotecnologia.

Veja mais sobre Nanotecnologia.

Biotecnologia

Já a biotecnologia estuda e desenvolve métodos para a utilização de organismos vivos aplicados à criação de produtos e inovação de métodos. A biotecnologia é uma área muito abrangente, estuda desde a aplicação em áreas como agricultura até os complexos processos de genética e fertilidade, dentre outros.

A biotecnologia é aplicada na saúde (genética, novos medicamentos e tratamentos de doenças, por exemplo). Também pode ser aplicada para preservação do meio ambiente, geração de energia sustentável, agricultura e indústria de produtos químicos, etc.

Leia mais sobre o significado de Biotecnologia.

Big data

Big data é um amplo conjunto de dados na internet. Esses dados, provenientes do processamento online, são gerados, coletados e armazenados. Assim, big data é uma volumosa quantidade de dados que podem ser armazenados, analisados e utilizados em aplicações, em machine learning e em outras ações estratégicas, como marketing e produtividade.

O surgimento do big data é explicado pelo aumento da velocidade da internet e do uso e da quantidade crescente de usuários, que geram milhares de novos dados todos os dias.

Veja também o significado de Machine learning.

Surgimento das moedas virtuais

As moedas virtuais são uma forma de dinheiro virtual, usadas para fazer transações, aplicações, pagamento e compras online, desde que utilizadas de forma específica. As transações com estas moedas são feitas em plataformas virtuais. A primeira moeda virtual foi lançada no ano de 2009 e foi batizada de bitcoin.

Embora não sejam regulamentadas e controladas por bancos, as moedas virtuais já são usadas em muitas plataformas e, em alguns casos, já podem ser utilizadas fora do mundo virtual.

São alguns exemplos de moedas virtuais já criadas: bitcoin, litecoin, ethereum e criptomoeda.

Veja também os significados de Bitcoin, Ethereum e Criptomoedas.

Impressão em 3D

Essa tecnologia é a impressão de objetos de forma tridimensional, a partir da sobreposição de camadas.

Primeiramente, antes da impressão, é preciso que o objeto seja criado em um software 3D. Depois é preciso que o arquivo seja enviado para a impressora 3D, que pode imprimir objetos em materiais como borrachas, plásticos, metais, entre outros.

Essa tecnologia é muito avançada e tem sido usada para inúmeros benefícios. Um dos mais relevantes é a impressão em 3D de próteses que são usadas por portadores de alguma deficiência física. Também é possível utilizar a tecnologia para fazer a impressão de objetos de arte e decoração, roupas e peças de automóveis.

3DImpressora em 3D.

Indústria 4.0 e Economia 4.0

Estas duas expressões são associadas diretamente à ocorrência da 4ª Revolução Industrial.

Indústria 4.0 é um termo que se refere às novas tecnologias trazidas por esse movimento, como é o caso das inovações de internet, computação, robótica, automatização industrial, mundo virtual, entre outras. A expressão surgiu na Alemanha em 2011 e inicialmente foi ligada aos processos de inovação da informática e da tecnologia da informação.

economia 4.0 é a referência às inovações econômicas e corporativas que estão ocorrendo (e ainda vão ocorrer) em razão das consequências da revolução. É relacionada com as alterações provocadas pelas inovações tecnológicas no mundo dos negócios e nas relações de trabalho.

A 4ª Revolução Industrial no Brasil

De acordo com especialistas, o Brasil tem boas condições para acompanhar os avanços da revolução. Entretanto, destacam que, para aproveitar melhor o surgimento de novas tecnologias, é preciso investir nas áreas de inovação para garantir os benefícios e a produtividade dessas tecnologias.

Essa condição é considerada fundamental para que o país produza e participe mais dos novos mercados, acompanhando países desenvolvidos, especialmente nas áreas ligadas às pesquisas tecnológicas e digitais.

São exemplos de áreas que podem ser muito benéficas para o Brasil:

  • aumento do uso de energias limpas (como energia solar e eólica),
  • inovações das pesquisas em genética,
  • automatização de processos industriais (com uso da robótica, por exemplo).

História da Revolução Industrial

Desde a primeira Revolução Industrial, todos os momentos históricos posteriores que também foram marcados por novidades tecnológicas, foram chamados de Revolução Industrial.

A Revolução Industrial teve sua origem na Inglaterra durante o século XVIII e daí espalhou-se para o mundo. Foi marcada pelo início do uso de máquinas, pela mecanização de processos de produção, uso de motores a vapor e evolução em transportes.

A Segunda Revolução Industrial, já no século XIX, ocorreu na França, Inglaterra e nos Estados Unidos. Sua principal característica são os avanços tecnológicos e científicos que permitiram mais expansão na industrialização. São exemplos: invenção de aviões, automóveis e uso de aço.

São marcas importantes dessa fase o uso de diferentes fontes de energia (como a nuclear, a hidrelétrica e o petróleo), além da invenção do rádio, da televisão e do telefone.

Já a Terceira Revolução Industrial, que começa a ocorrer no século XX, é caracterizada pela informática e pelas inovações tecnológicas aplicadas às indústrias, seu crescimento e aumento de produtividade.

O surgimento de campos importantes, como robótica, internet e biotecnologia, também é fundamental na história desse período.

O crescimento do sistema capitalista, o processo de globalização e a expansão de empresas multinacionais também fazem parte do desenvolvimento da Terceira Revolução Industrial.

Para saber mais sobre a história das revoluções, leia também os significados de Revolução Industrial e Segunda Revolução Industrial.

Data de atualização: 10/07/2019.

Juliana Bezerra
Revisão por Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.