Tipos de sushi

O sushi é uma comida originalmente japonesa que conquistou a gastronomia do mundo todo.

Geralmente composto por um recheio, uma camada de arroz e uma tira de nori (tipo de folha feita com algas marinhas), o sushi está disponível nos restaurantes em cardápios que costumam apresentar valores por peça; cada sushi equivale a uma peça.

Apesar de existirem sushis tradicionais, como nigiri e temaki, alguns restaurantes, por vezes, alteram recheios e sabores criando versões próprias e adicionando ao prato um toque da culinária local.

Atualmente a gastronomia dispõe de uma grande variedade de sushis, oferecendo ao público, inclusive, sushis veganos e fritos.

Confira abaixo os principais tipos de sushi.

Nigirizushi

Nigiri

O Nigirizushi é um tipo de sushi feito manualmente.

Popularmente conhecido como nigiri (cuja escrita no Brasil se popularizou como niguiri), esse tipo de sushi consiste em um bolinho de arroz moldado à mão, cujo preparo inclui um pouco de wasabi e uma espécie de cobertura feita com uma fina camada de peixe.

O wasabi é um tempero de textura pastosa e sabor picante muito usado na culinária japonesa.

O tipo de peixe utilizado para fazer o Nigirizushi pode variar conforme a época do ano; costuma-se utilizar o peixe da época.

Os mais comumente utilizados são robalo, pargo, peixe-galo e linguado.

Também existem variedades de nigiri cujo arroz é coberto por frutos do mar como camarões, lulas, polvos e berbigões.

Dependendo do tipo de cobertura, ela pode ou não ser presa ao bolinho de arroz com uma pequena tira de nori.

Gunkanzushi

Gunkan

Também chamado de gunkanmaki e gunkan, o gunkanzushi é um sushi cujo tamanho é ligeiramente inferior se comparado às demais variedades.

Feito manualmente, esse tipo de sushi é formado por uma base de arroz coberta pelo recheio que, em vez de ficar no meio, é colocado no topo.

A finalização da iguaria é feita com tira de nori que a envolve.

Um dos ingredientes mais comumente utilizados como recheio/cobertura do Gunkanzushi são as ovas de peixe.

Também são comuns as variedades cuja cobertura é composta por pequenos pedaços de atum, salmão ou omelete.

Makizushi

Makizushi é uma nomenclatura geral usada para designar sushis geralmente cilíndricos envoltos por uma folha de nori.

Dentro dessa categoria, os sushis mais comuns são:

Futomaki

Futomaki

O futomaki é um sushi cilíndrico de forma bastante maior do que as demais variedades de sushi.

Devido à sua circunferência de dimensões superiores, o futomaki costuma ter muito mais recheio.

A base para o recheio do futomaki é composta pelo Tamagoyaki, que é uma espécie de omelete tipicamente japonês.

Além do omelete, o recheio do futomaki inclui uma variedade de ingredientes combinados, como, por exemplo, gengibre, legumes, peixes e raízes.

Temaki

Temaki

O temaki talvez seja o sushi com o formato mais peculiar de todos pois é grande e em forma de cone.

Apesar de ser um tipo de sushi enrolado, ele é diferente dos demais makizushi pois não é formado por camadas.

Composto por uma folha de nori enrolada à mão em formato cônico, o temaki é recheado com arroz, peixe cru, frutos do mar, legumes e/ou frutas até a sua borda.

Hot rolls

hot philadelphia

Os hot rolls são sushis enrolados, compostos por recheio, uma camada de arroz e uma tira de nori que a envolve.

Depois de compostos, os hot rolls são empanados e fritos.

São uma ótima alternativa para quem tem receio de comer sushi por conta dos ingredientes crus, por exemplo.

Um dos tipos de hot rolls mais comuns são recheados com cream cheese e chamados de Hot Filadélfia em alusão ao nome de uma famosa marca desse tipo de queijo.

Saiba mais sobre cream cheese.

Joe

Sushi Joe

O sushi Joe, cuja grafia se popularizou de diversas formas (como, por exemplo, Jow, Djô e Djow), é um dos poucos tipos de sushi que não possuem a folha de nori em sua composição.

É um sushi de preparo simples que consiste em uma bolinho de arroz envolto por uma fina tira de peixe e que pode ser coberto por ovas, pedaços de peixe e/ou temperos diversos.

Diz-de que o sushi Joe foi criado de forma improvisada por um chef de apelido Joe, em um restaurante onde, a meio do expediente, as folhas de nori acabaram.

Para continuar dando vazão aos pedidos dos clientes, o chef teria resolvido, então, substituir o nori pelas tiras de peixe.

Uramaki

Uramaki

O termo "uramaki", assim como o termo "makizushi", é uma nomenclatura geral utilizada para designar todo tipo de sushi que possui uma folha de nori enrolada.

Assim, de primeira, parece um sushi como os outros. No entanto, possui uma característica peculiar.

Diferentemente dos outros tipos de sushi, ele tem a tira de nori na parte de dentro, envolvendo diretamente o recheio.

Devido a essa particularidade, há quem diga que o urumaki é um sushi virado do avesso.

Diz-se que, durante os anos 60, época em que o sushi começou a ganhar fama, alguns clientes se queixaram da textura da nori e com isso um chef teve a ideia de escondê-la no interior da iguaria.

No entanto, o que surgiu como uma solução para eventualmente disfarçar a presença do ingrediente, acabou por se tornar um novo tipo de sushi.

Hossomaki

O hossomaki tem a composição típica e tradicional do sushi: um recheio que é envolto por uma camada de arroz envolvido por uma folha de nori.

Uma particularidade do hossomaki é que os rolos são ligeiramente mais finos do que os rolos das demais variedades de sushi e por esse motivo, na maioria das vezes o hossomaki tem apenas um recheio (geralmente, salmão).

Esse detalhe relativamente à espessura da iguaria está presente, inclusive, no seu próprio nome: hosso significa "fino" e maki significa "enrolado", ou seja, hossomaki significa "enrolado fino".

Os principais tipos de hossomaki são o kappamaki e o tekkamaki.

Kappamaki

Kappamaki

Diferentemente da maioria dos hossomakis, o kappamaki não tem um recheio constituído por pedaços de peixes ou mariscos, mas sim por pedaços ou fatias de pepino.

Um fato curioso sobre o nome desse sushi é que, além de ser um sushi vegano, ele é inspirado no Kappa, ser mitológico que faz parte do folclore japonês e que tem como comida principal pepino.

KappaO Kappa é um ser anfíbio de cor verde que possui um casco parecido com o de uma tartaruga e uma espécie de buraco na cabeça com um líquido que dizem ser sua fonte de poder. Diz-se que quando esse buraco é ferido ou quando o líquido é derramado, o Kappa perde seu poder.

Tekkamaki

Tekkamaki

O tekkamaki é um sushi composto por um recheio e uma camada de arroz envolta em nori.

Apesar da semelhança com os tipos de sushi tradicionais, o que caracteriza o tekkamaki é o fato de o seu recheio ser composto exclusivamente por atum.

Diferença entre hossomaki e uramaki

A principal diferença entre o hossomaki e o uramaki é que enquanto no hossomaki o nori é enrolado na parte de fora, consistindo assim na camada mais externa do sushi, no uramaki o nori é uma camada interna, que envolve o recheio e é envolta pela camada de arroz.

Apesar dessas diferenças, ambos são tipos de sushi classificados como makizushi, ou seja, são sushis enrolados.

A composição de ambos também apresenta semelhanças no que diz respeito aos ingredientes: possuem recheio, uma camada de arroz e uma folha de nori.

Assim sendo, a única coisa que os diferencia é a forma como são "montados".

Diferença entre sushi e sashimi

Apesar de haver um grande número de apreciadores de comida japonesa no mundo todo, ainda existem muitas dúvidas em relação ao que realmente é um sushi e ao que é um sashimi.

A verdade é que, apesar de ambos serem iguarias que fazem parte da gastronomia oriental, constituem tipos de pratos diferentes.

Ao contrário do que muitos pensam, o sashimi não é um tipo de sushi.

Enquanto o sushi é composto por recheio ou cobertura, arroz e nori, o sashimi é um pedaço de peixe ou marisco cru que pode ser consumido com molho shoyo ou wasabi.

sashimiSashimi

Saiba mais sobre sashimi e wasabi.

Curiosidade

Um fato bastante curioso sobre o sushi é que, originalmente, ele era preparado de forma bastante diferente.

Os japoneses costumavam "embalar" o peixe no arroz e deixá-lo em repouso tempo suficiente para que um processo de fermentação tivesse lugar.

Assim que o processo estivesse concluído, apenas o peixe era consumido e o arroz era jogado fora.

Saiba mais sobre sushi.

Data de atualização: 22/02/2019.