Significado da Tocha Olímpica

O que é a Tocha Olímpica:

Tocha Olímpica é um dos principais símbolos dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, remetendo aos rituais e tradições originais das Olimpíadas da Antiguidade.

Também conhecida como Chama Olímpica, esta é uma referência ao episódio da mitologia grega que narra o roubo do “fogo sagrado” de Zeus (deus dos deuses) por Prometeu para que pudesse ser entregue aos seres humanos. Prometeu era conhecido como o titã defensor dos direitos da humanidade.

Atualmente, meses antes do início dos Jogos Olímpicos, durante uma cerimônia ritualística, a chama da tocha é acesa no antigo templo de Hera (deusa da maternidade), em Olímpia, na Grécia, para depois ser transportada por várias cidades ao redor do mundo.

O revezamento da tocha olímpica também remonta um costume dos antigos Jogos Olímpicos. Antigamente, mensageiros eram enviados para as mais longínquas regiões para convidar e anunciar a data da realização das competições.

Na tentativa de recriar o ritual usado pelos antigos gregos, a chama olímpica é acesa diretamente através da luz do sol, que reflete num conjunto de espelhos côncavos e cria uma onda de calor, provocando a combustão.

Após passar por várias cidades e ser transportada por diferentes personalidades e atletas, a chama olímpica acende a chamada pira olímpica, durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. A chama ficará ardendo durante toda a duração da competição, sendo apagada apenas no encerramento do evento.

Para saber mais sobre o significado dos Jogos Olímpicos, clique aqui.

História da Tocha Olímpica

Originalmente, durante os Jogos Olímpicos da Antiguidade, que eram dedicados ao deus Zeus, o fogo era visto como a máxima da representação divina. Esta representatividade é derivada a partir de histórias populares gregas, como a lenda do titã Prometeu e o roubo do fogo de Zeus, por exemplo.

Após o resgate do espírito dos Jogos Olímpicos por Pierre de Coubertin, a tradição da tocha olímpica voltou a fazer parte do evento apenas a partir das Olimpíadas de Verão de 1928 (Amsterdã).

Mas, o transporte da tocha pelos atletas e personalidades por diversas cidades ao redor do mundo só começou com os Jogos Olímpicos de 1936 (Berlim).

Sobre a simbologia por trás da tocha olímpica, Pierre de Coubertin – criador do Comitê Olímpico Internacional – disse o seguinte:

“Que a Tocha Olímpica siga o seu curso através dos tempos para o bem da humanidade cada vez mais ardente, corajosa e pura"

Saiba mais sobre o significado do Símbolo das Olimpíadas.