Significado da Bandeira da Argentina

O que é a Bandeira da Argentina:

bandeira da ArgentinaA bandeira da Argentina é um dos principais símbolos oficiais da República deste país, representando o povo argentino perante as demais nações mundiais.

Atualmente, a bandeira oficial da Argentina tem a proporção de 9:14 (altura x largura), e é formada por três faixas horizontais de mesmo tamanho, sendo a primeira e a última da cor azul-celeste, separadas por uma faixa branca. No centro da bandeira, sobre o fundo branco, também está o símbolo do Sol de Maio.

Até 1985, a Argentina utilizava dois modelos diferentes de bandeiras: a civil e a de guerra. A diferença estava na presença do Sol de Maio no centro da “bandeira de guerra”, enquanto que a civil apresentava apenas as faixas azul-celeste e branco.

Mas, a partir da referida data, o modelo com o Sol de Maio passou a ser usado em todas as ocasiões, seja no âmbito civil, estatal ou militar.

Cores da bandeira da Argentina

As cores oficiais da bandeira da Argentina, de acordo com o padrão CIE 1976, são: azul-celeste, branco, amarelo “ouro” e marrom.

Cada uma das cores que compõe a bandeira argentina têm um significado simbólico:

Azul-celeste: representa o azul do céu;

Branco: representa as nuvens, além do sentimento de paz e pureza;

Amarelo “ouro” e marrom: representam o sol.

Alguns historiadores atribuem diferentes interpretações ao significado das cores da bandeira da Argentina, como a provável relação que teriam com a devoção do povo argentino à imagem de Virgem Maria, além de representar as cores da Casa de Bourbon (linhagem de uma nobre família europeia).

Sol de Mayo

Sol de MayoNo centro da bandeira argentina está o Sol de Maio (Sol de Mayo, em espanhol), um dos símbolos oficiais do país.

O “Sol de Mayo” é composto por 32 raios, sendo 16 retos e 16 ondulados, em torno da imagem de um sol com a figura de um rosto humano. É considerado a representação do deus do sol da mitologia Inca, Apu Inti.

O Sol de Maio faz referência à Revolução de Maio, evento este que ocorreu entre 18 e 25 de maio de 1810, e marcou o início do processo de independência da Argentina (até então conhecida como Vice-Reino do Rio da Prata) em relação à Espanha.

A criação da atual representação do Sol de Maio é de autoria do peruano Juan de Dios Rivera Túpac Amaru (1760 – 1843), conhecido por “El Inca”, devido ao fato de ser descendente da nobreza desta civilização.

O seu uso como escudo nacional argentino foi atribuído a partir do decreto de 12 de março de 1813, instituído pela Assembleia Geral Constituinte.

O Sol de Maio também faz parte da bandeira oficial do Uruguai.

História da bandeira da Argentina

A atual versão da bandeira argentina foi concebida pelo militar e intelectual Manuel Belgrano, apresentada inicialmente em 27 de fevereiro de 1812, como símbolo da Guerra da Independência.

A concepção da bandeira foi feita na região de Rosario e hasteada pela primeira vez no topo da Igreja de São Nicolau de Bari, em 23 de agosto de 1812.

A bandeira feita por Belgrano, no entanto, só foi declarada oficialmente um símbolo argentino em 20 de julho de 1816, juntamente com a Declaração de Independência do país.

O Sol de Maio só foi incluído em 1818, por votação do Congresso, mas, como dito, originalmente só era utilizado na “bandeira de guerra”.

Descubra o significado da bandeira dos outros países!

Data de atualização: 15/05/2018. O significado da Bandeira da Argentina está na categoria: Geral