Características do Humanismo

O humanismo é uma postura ética, cultural, filosófica e artística surgida no século XV na Europa, que enfatiza a importância dos próprios seres humanos como fonte de formação de valores.

O humanismo é tido como uma visão progressista contrária ao sobrenaturalismo (crença na existência e participação de entidades sobrenaturais nos eventos mundanos). Tendo em vista que a corrente humanista teve início durante o Renascimento, a mesma contribuiu para a diminuição da influência da igreja na época.

Com fundamentos antropocêntricos, a filosofia humanista oferecia novas formas de reflexão sobre vários aspectos da vida e logo encontrou manifestações nas artes, literatura e filosofia.

Conheça as principais características do humanismo:

1. Valoriza o racionalismo

Os humanistas acreditam que somente evidências científicas tornam um conceito aceitável e preciso. Segundo a corrente, a razão, a especulação e o método científico são ferramentas perfeitamente capazes de obter respostas satisfatórias acerca do mundo, sem a necessidade de se recorrer ao sobrenatural.

2. Fundamenta a ética e moral em valores humanos

O humanismo estabelece que valores como amor, respeito e honestidade devem ser desenvolvidos através de experiências individuais e mundanas. Assim, a corrente humanista rejeita a ideia de que forças externas devam ditar a moralidade dos atos humanos, bem como desconsidera qualquer conceito religioso sobre o tema.

Para os humanistas, é necessário observar os desejos e necessidades comuns entre os humanos e, através da razão e da dinâmica social, evoluir os valores, crenças e padrões morais como forma de se alcançar a felicidade, liberdade e progresso.

3. Confere total responsabilidade aos humanos

Considerando que o humanismo desconsidera a influência de seres sobrenaturais nas relações humanas, a corrente filosófica atribui aos humanos a responsabilidade total dos seus atos.

Para os humanistas, a humanidade tem controle sobre todos os aspectos da vida e possui o poder e conhecimento necessários para resolver qualquer problema. Assim, qualquer crise que se desenvolva é de sua completa responsabilidade.

4. Valoriza o contraste de ideias e crenças

Os humanistas reconhecem as vantagens de se adotar pontos de vistas divergentes como forma de evoluir como sociedade. Com relação à religião, os humanistas são classificados como “não teístas”, uma vez que seus adeptos frequentemente são ateus, agnósticos ou mesmo deístas.

5. Visa a realização pessoal

O humanismo tem como objetivo a realização pessoal de todos os seres humanos. A ausência de crença em forças sobrenaturais ou em vida após a morte significa que só existe uma vida a ser vivida. Assim, o presente deve ser valorizado e qualquer desejo ou sonho deve ser perseguido o quanto antes.

6. Ausência de dogmas

A adoção de certezas ou verdades absolutas é incompatível com o humanismo. Considerando que o foco é sempre o ser humano, a pluralidade de opiniões somada às naturais transformações na sociedade fazem com que os humanistas estejam sempre abertos a questionamentos e à revisão dos seus preceitos.

7. Desenvolvimento de novas técnicas e interesses artísticos

No campo das artes, o humanismo instigou uma transformação nos interesses e inspirações dos artistas. As esculturas e pinturas agora apresentavam altíssimos graus de detalhes nas expressões faciais e nas proporções humanas. Além disso, foi durante o Renascimento que os pintores desenvolveram as técnicas da perspectiva linear e ponto de fuga.

Moisés - Renascimento

Escultura renascentista de Moisés feita por Michelangelo na qual se nota o foco nos detalhes do corpo humano, característica marcante da arte humanista.

Principais nomes e obras do humanismo

O humanismo teve grande influência em todos os ramos das artes, servindo de inspiração para algumas das obras mais conhecidas do mundo. Confira abaixo os principais artistas humanistas da época do Renascimento, seguidos de algumas de suas obras:

Literatura

  • Francesco Petrarca: Cancioneiro e o Triunfo, Meu Livro Secreto e Itinerário para a Terra Santa
  • Dante Alighieri: A Divina Comédia, Monarquia e O Convívio
  • Giovanni Boccaccio: Decameron e O Filocolo
  • Michel de Montaigne: Ensaios
  • Thomas More: A Utopia, A Agonia de Cristo e Epitáfio

Pintura

  • Leonardo da Vinci: A Última Ceia, Mona Lisa e Homem Vitruviano
  • Michelangelo: A Criação de Adão, Teto da Capela Sistina e Juízo Final
  • Raphael Sanzio: Escola de Atenas, Madona Sistina e Transfiguração
  • Sandro Botticelli: O Nascimento de Vênus, A Adoração dos Magos e A Primavera

Escultura

  • Michelangelo: La Pieta, Moisés e Madonna de Bruges
  • Donatello: São Marcos, Profetas e Davi

Veja também:

Data de atualização: 28/09/2018. Características do Humanismo está na categoria: Geral