Significado de Desenvolvimento Organizacional

Elisângela Dias
Revisão por Elisângela DiasGestora de Recursos Humanos

O que é Desenvolvimento Organizacional:

É um campo de pesquisa, teoria e prática dedicado a expandir o conhecimento e a eficácia das pessoas dentro de uma organização, com foco em alcançar mudanças e um desempenho organizacional bem-sucedido.

O objetivo do Desenvolvimento Organizacional é melhorar a capacidade da organização de lidar com o funcionamento e relacionamentos internos e externos.

Além disso, também ajuda a aprimorar a dinâmica do grupo, a estrutura organizacional e, principalmente, proporcionar uma gestão mais eficaz e colaborativa na cultura organizacional.

A consciência situacional é o primeiro resultado baseado na apresentação e nas discussões do diagnóstico. O Desenvolvimento Organizacional é focado nas pessoas, nos papéis que elas assumem e nos sistemas e cultura que operam.

Origem da Teoria do Desenvolvimento Organizacional

A Teoria do Desenvolvimento Organizacional surgiu através dos estudos de Recursos Humanos, durante a década de 1930.

Naquele momento, os psicólogos perceberam que as estruturas e processos organizacionais influenciavam o comportamento e a motivação dos funcionários de uma organização.

O trabalho do psicólogo Kurt Lewin nas décadas de 1940 e 1950, também ajudou a mostrar que o feedback era uma ferramenta valiosa na abordagem dos processos sociais dentro da organização.

Mais recentemente, o trabalho sobre o desenvolvimento organizacional passou a focar no alinhamento das organizações com seus ambientes complexos e em rápida mudança.

Esse alinhamento passou a ser realizado através do aprendizado organizacional, gerenciamento de conhecimento e principalmente na transformação de normas e valores da organização.

Os principais conceitos do Desenvolvimento Organizacional

Dentro do Desenvolvimento Organizacional há pontos importantes para a análise e para o planejamento de novas ações dentro de uma organização. Os principais conceitos avaliados segundo a teoria são:

Clima Organizacional

O clima organizacional é conhecido como o "humor" ou personalidade de uma organização. São atitudes e crenças da organização que criam o clima organizacional e, consequentemente, influenciam o comportamento coletivo dos colaboradores.

As características do clima podem estar associadas à satisfação do funcionário, estresse, qualidade do serviço, resultados e até mesmo podem presumir se a implementação de novos programas poderá ser bem-sucedida.

As principais características analisadas no clima organizacional são:

  • Liderança: suporte aos líderes e o controle de suas ações;
  • Comunicação;
  • Gerenciamento participativo;
  • Clareza de papéis;
  • Resolução de conflitos.

Cultura organizacional

A cultura organizacional é o conjunto de normas, valores e comportamentos compartilhados entre os colaboradores de uma organização.

Os cinco elementos básicos analisados na cultura de uma organização são:

  • Suposições;
  • Valores;
  • Normas comportamentais;
  • Padrões comportamentais;
  • Mecanismos.

As características subjetivas, como suposições, valores e normas, refletem os pensamentos e interpretações inconscientes dos colaboradores da organização e moldam os comportamentos e mecanismos assumidos.

Estratégias Organizacionais

Diagnóstico

Esse ponto é essencial para ajudar a organização a identificar problemas que possam interferir na sua eficácia e auxiliam a encontrar estratégias de melhorar as causas.

Geralmente o diagnóstico é realizado por um especialista que ajuda a identificar problemas através de pesquisas e observações.

Esse profissional examina a missão, objetivos, políticas, estruturas e tecnologias da organização, para iniciar as práticas.

O clima e a cultura também são fatores fundamentais ao longo deste diagnóstico, principalmente para a organização alcançar os resultados desejados e agir de forma rápida e eficaz.

Plano de ação

O plano de ação é a elaboração de um conjunto de intervenções estratégicas que abordam os problemas diagnosticados.

A organização passa a ser envolvida em um processo de planejamento de ações para avaliar a viabilidade da implementação de diferentes estratégias de mudança que levam à ação e melhorias.

Intervenção

Ao longo da intervenção, as etapas de mudança são especificadas e sequenciadas, assim o progresso pode ser monitorado e o comprometimento das partes interessadas são cultivados.

Avaliação

Nesta etapa os esforços de mudança planejados são avaliados. Assim, o profissional consegue acompanhar o progresso da organização na implementação da mudança, documentando os avanços e problemas sofridos pela organização ao longo do processo.

Quando e por que uma organização deve usar o Desenvolvimento Organizacional?

O Desenvolvimento Organizacional pode ser utilizado em diversas situações como:

  • Desenvolver ou aprimorar a missão ou a visão de uma organização;
  • Ajudar a alinhar as estruturas funcionais da organização, para entender qual é o propósito comum para o qual estão trabalhando;
  • Criar um plano estratégico para tomada de decisões da organização sobre o seu futuro;
  • Gerenciar conflitos que existem entre indivíduos, grupos, funções e assim por diante, quando tais conflitos interrompem a capacidade da organização de funcionar de forma saudável;
  • Implementar processos que ajudem a melhorar o progresso das operações da organização numa base contínua;
  • Criar um ambiente colaborativo que ajude a organização a ser mais eficaz e eficiente;
  • Criar sistemas de recompensas compatíveis com os objetivos da organização;
  • Ajudar no desenvolvimento de políticas e procedimentos que podem melhorar o funcionamento contínuo da organização;
  • Avaliar o ambiente de trabalho, identificar os pontos fortes que constituem as áreas em que a mudança e melhoria são necessárias;
  • Oferecer ajuda e apoio aos funcionários, especialmente aqueles em altos cargos, que precisam de uma oportunidade para serem treinados em como fazer o seu trabalho de maneira mais eficiente;
  • Auxiliar na criação de sistemas para fornecer feedback sobre o desempenho individual e, ocasionalmente, realizar estudos para dar feedback e treinamento aos indivíduos, ajudando-os no desenvolvimento individual.

Veja também:

Data de atualização: 16/04/2019.

Elisângela Dias
Revisão por Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.