Significado de Epistemologia

O que é Epistemologia:

Epistemologia, também conhecida como a Teoria do Conhecimento, é o ramo da filosofia que estuda como o ser humano ou a própria ciência adquire e justifica seus conhecimentos.

Ou seja, é o estudo que procura encontrar quais as condições necessárias e suficientes para o resultado de uma afirmação específica.

A palavra epistemologia vem dos termos gregos episteme, que significa conhecimento e logia, que significa estudo e é também conhecida como a filosofia da ciência.

A epistemologia está preocupada em responder questões como:

  • Como sabemos a verdade?
  • Como separamos as ideias verdadeiras das ideias falsas?
  • Como adquirimos este conhecimento ou esta afirmação?

Para o filósofo grego Platão, a epistemologia se opõe a crença, isso porque ela é um estudo justificado e a crença apenas um ponto de vista subjetivo.

Na filosofia moderna, a epistemologia é levada em discussão pelos racionalistas empiristas, provocando duas posições diferentes:

  • um empirista afirma que o conhecimento deve ser baseado na experiência, ou seja, no que for apreendido durante a vida,
  • e a posição racionalista, que afirma que a fonte do conhecimento se encontra na razão, e não na experiência.

Epistemologia genética segundo Jean Piaget

A epistemologia genética consiste em uma teoria elaborada pelo biólogo e filósofo Jean Piaget, onde ele afirma que a genética é a junção de duas teorias existentes:

  • o apriorismo, o conhecimento que não depende de experiência prática e,
  • o empirismo, onde o conhecimento é adquirido através das experiências práticas.

A teoria genética criada por Piaget segue uma linearidade genética, que acompanha o desenvolvimento do ser humano em 4 estágios.

Porém, o biólogo também afirma que cada criança tem seu ritmo e formas diferenciadas de aprendizagem, podendo não seguir os estágios

Os 4 estágios são:

  1. Sensório-motor: de 0 a 2 anos de idade, é quando a criança está na fase das operações sensoriais, adquirindo conhecimento através dos sentidos e desenvolvendo habilidades a partir dessas experiências sensoriais;
  2. Pré-operatório: de 2 a 7 anos de idade, onde a criança ainda adquire conhecimento através da prática, mas com significados (linguagem ativa) e intuição pelo que ainda aprendem na prática;
  3. Operatório concreto: de 7 a 12 anos, quando a criança já começa a utilizar a lógica, mas somente através de objetos e solução de problemas matemáticos;
  4. Operatório formal ou abstrato: a partir dos 12 anos de idade, é quando a criança passa a elaborar hipóteses e trabalhar com conhecimentos abstratos, a partir das suas próprias conclusões;

Segundo Piaget, o conhecimento é produzido graças a uma interação do indivíduo com o seu meio, de acordo com estruturas que fazem parte do próprio indivíduo.

Epistemologia jurídica

A epistemologia jurídica examina os fatores que condicionam a origem do Direito, e tem como um dos seus objetivos tentar definir o seu objeto de conhecimento e afirmações.

É uma área que está ligada à reflexão, que leva a um entendimento das várias formas de compreender o conceito de Direito.

A epistemologia jurídica aborda também o ser humano como um ser único, onde cada um apresenta formas distintas de pensar e agir, e por esse motivo, o Direito pode ter várias interpretações.

Veja também o significado de metafísica e paradigma.

Epistemologia convergente

A epistemologia convergente é uma construção teórica da autoria do psicopedagogo argentino Jorge Visca.

Esta área da epistemologia tem este nome porque converge influências de três campos: a Psicogenética, a Psicanálise e a Psicologia Social.

Este campo está intimamente ligado com a psicopedagogia, abordando sobre as vertentes do fenômeno da aprendizagem.

Veja mais sobre o significado de axiológico e hermenêutica.

Diferença entre ontologia e epistemologia

Enquanto a epistemologia se preocupa com a natureza do conhecimento, de onde ele surgiu, como foi formado e quais suas bases, a ontologia, ramo da metafísica, está preocupada em identificar as coisas que realmente existem.

Por exemplo, a ontologia cuida de responder questionamentos como “qual a natureza da existência?”, “existe um deus?”, “o que acontece após a morte?”, enquanto a epistemologia se preocupa com as verdadeiras bases de um conhecimento, exemplo: “como podemos afirmar que isso é verdade?”, “porque o senso comum chegou a essa conclusão?”.

Veja também o significado de:

Data de atualização: 10/08/2020.