Estátua da liberdade

O que é a estátua da liberdade?

A Estátua da Liberdade é um monumento que está localizado na ilha da liberdade, em Nova Iorque. Ela representa “Libertas” a deusa romana da liberdade e foi oferecida pelos franceses como um presente pelo centenário da Independência Americana.

Considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1984, a Estátua da Liberdade foi feita em cobre, aço, ferro fundido e ouro. É considerada a escultura mais pesada do mundo, com 255 toneladas.

O escultor responsável foi Frederic-Auguste Bartholdi, que contou com a ajuda do engenheiro Alexandre-Gustave Eiffel, que anos mais tarde foi responsável pelo projeto da Torre Eiffel.

O nome oficial da estátua é “liberdade iluminando o mundo” (em inglês "liberty enlightening the world"). Por ano, cerca de 4 milhões de pessoas visitam o monumento - o trajeto até a ilha é feito em barcos ou balsas.

Estátua da liberdadeEstátua da Liberdade na Ilha da Liberdade, em Manhattan, Nova Iorque.

Caraterísticas da Estátua da Liberdade

A Estátua da Liberdade pesa 255 toneladas, tem 46,5 metros de altura sem o pedestal e 92,99 metros com o pedestal.

Na mão direita da estátua está uma tocha de fogo - que representa a liberdade - e na mão esquerda, uma tábua onde está escrito 4 de julho de 1776 em números romanos - data da Declaração de Independência dos Estados Unidos.

É possível subir até a coroa da estátua, onde existem 25 janelas. O acesso à coroa é feito apenas por escadas, são 354 degraus - o equivalente a um prédio de 22 andares.

A sua coroa possui 7 raios, que representam os 7 continentes e os 7 mares do mundo.

Originalmente a estátua da liberdade era marrom-avermelhada, pois foi revestida em cobre. Mas devido à exposição à chuva, ventos e poluição, esse material se oxidou e a estátua adquiriu um tom azul-esverdeado.

Estatua da liberdadeEstátua da Liberdade sobre o pedestal.

Entenda como foi a história da Independência dos Estados Unidos.

História da Estátua da Liberdade

A Estátua da Liberdade foi um presente do povo francês para o povo americano em celebração aos 100 anos da Independência dos Estados Unidos, que se completou em 1886.

A ideia foi proposta pelo historiador francês Edouard de Laboulaye em 1865, que sugeriu oferecer uma estátua aos Estados Unidos para celebrar o sucesso do país em construir uma democracia.

Seu projeto foi uma parceria entre os dois países: a estátua seria feita pela França e o pedestal pelos americanos. O pedestal foi projetado pelo arquiteto americano Richard Morris Hunt.

Frederic-Auguste Bartholdi, famoso escultor francês, ficou responsável pela escultura. A estrutura da estátua foi projetada pelo engenheiro Alexandre-Gustave Eiffel e pelo arquiteto Eugène-Emmanuel Viollet-le-Duc.

Vários eventos e exposições foram organizados nos Estados Unidos e na França para angariar fundos para a construção desse enorme monumento.

A construção da estátua foi finalizada em Paris em julho de 1884 e a escultura foi dividida em cerca de 350 peças, que foram embaladas e transportadas pela fragata francesa Isere.

Esse percurso levou um ano e as peças chegaram em Nova Iorque no ano de 1885. Foram necessários 4 meses para a montagem da estátua, que foi inaugurada em outubro de 1886.

Em 1986, na celebração dos 100 anos de sua existência, a Estátua da Liberdade passou por uma grande reforma. Foi realizada uma limpeza em toda a estátua e sua coroa foi substituída, pois estava corroída.

A Estátua da Liberdade é uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno e um dos pontos turísticos mais importantes dos Estados Unidos. Além da liberdade, ela representa a democracia e a esperança.

Saiba mais sobre liberdade e democracia.

Data de atualização: 04/02/2020.