Significado de Materialismo dialético

O que é Materialismo dialético:

O materialismo dialético é uma filosofia que teve origem na Europa com base nas obras de Karl Marx e Friedrich Engels.

Trata-se de uma teoria filosófica cujo conceito defende que a realidade da sociedade é definida por meios materiais com base em estudos que podem ser realizados, por exemplo, no âmbito da economia, da geografia, das ciências, etc.

Marx e Engels encontraram, através dessa teoria, uma forma de compreender os processos sociais que aconteceram ao longo da história.

marx engels statues

Estátuas de Kark Marx (à esquerda) e Friedrich Engels (à direita), em Berlim, na Alemanha.

Características do materialismo dialético

Confira abaixo as principais características do materialismo dialético.

  • Considera que os meios materiais e não os concretos definem e realidade social.
  • Baseia-se na dialética para compreender os processos sociais.
  • Não concorda com o conceito de que a história é estática e definitiva.
  • Opõe-se totalmente ao idealismo.
  • Estuda os fatos históricos com base em elementos contraditórios.
  • Defende que qualquer análise deve avaliar um todo e não somente o objeto do estudo em questão.

Princípios fundamentais do materialismo dialético

O materialismo dialético está subdividido em quatro princípios fundamentais.

São eles:

  • A história da filosofia abrange um processo de conflito entre o princípio idealista (que se baseia em ideias, pensamentos e no abstrato como um todo) e o princípio materialista (que tem por base os materiais, fatos e estudos concretos).
  • Todo ser humano é responsável por determinar a própria consciência e não o contrário.
  • A matéria é dialética e não metafísica, ou seja, está em constante mudança e não é estática.
  • A dialética é o estudo da contradição na essência das coisas; ela baseia seus estudos na comparação de contradições analisando um todo.

Diferença entre materialismo e idealismo

O materialismo surgiu como oposição ao idealismo.

O materialismo marxista defende que as ideias têm origem física e que, por esse motivo, são fundamentadas por dados, resultados e avanço das ciências.

O idealismo filosófico, por sua vez, atribui o conceito de realidade ao espírito e defende que as ideias são criações divinas ou que obedecem a vontades de divindades ou outras forças sobrenaturais.

O materialismo se opõe totalmente ao idealismo e a principal diferença entre ambos é que, enquanto para o primeiro a realidade é material e consequentemente concreta, para o segundo ela é baseada em fatores como pensamentos e forças sobrenaturais ou seja, é abstrata.

Diferença entre materialismo dialético e materialismo histórico

Apesar de ambos terem sido desenvolvidos por Karl Marx e Friedrich Engels, materialismo dialético e materialismo histórico são conceitos completamente diferentes.

Enquanto o materialismo dialético consiste em um método marxista de raciocínio que considera que toda análise deve ser feita de forma geral, sem contemplar apenas o objeto de estudo em si, mas também fatos, ideias e dados que o contradigam, o materialismo histórico é a forma marxista de interpretar a história no que diz respeito a luta das classes sociais.

Segundo o materialismo histórico, a sociedade evolui através dos confrontos entre as diferentes classes sociais.

Saiba mais sobre dialética e materialismo histórico.

A dialética marxista

Karl Marx recorreu à dialética para abordar assuntos históricos.

Um dos fundamentos da dialética histórica é o de que nada pode ser considerado perpétuo pois tudo está em constante evolução e mudança. Com isso, Marx considera a evolução natural da história, não admitindo que ela seja estática.

A dialética marxista tinha como base a dialética defendida por Friedrich Hegel, porém com algumas discordâncias.

hegel statue

Busto de Hegel com suas iniciais (Georg Wilhelm Friedrich Hegel), em Berlim, na Alemanha.

Marx concordava com o conceito da dialética hegeliana no que dizia respeito ao fato de que nada é estático e de que tudo está em um constante processo de mudança. De acordo com esse fundamento A pode passar a ser B ou até mesmo ser substituído por C.

No entanto, o princípio fundamental de Hegel é o de que a experiência humana depende das percepções da mente, o que vai totalmente de encontro ao que Marx defendia.

Para Marx esse conceito era demasiadamente abstrato para abordar assuntos como desigualdades sociais, alienação econômica e política, exploração e pobreza.

A dialética marxista considera que a realidade dever ser analisada como um todo, através da contradição. Para analisar um conceito, por exemplo, não só ele deve ser estudado, analisado e tido em consideração, mas também um outro conceito que o contradiga.

Desta forma, será feito um confronto entre os dois conceitos opostos para que se alcance uma conclusão.

Relação entre o materialismo e a dialética

A lógica do conceito de materialismo dialético pode ser explicada através da própria designação:

Materialismo: a fundamentação da teoria é com base em meios materiais em detrimento de meios abstratos como pensamentos e ideias.

Dialético: a teoria foi caracterizada como dialética pois a sua lógica consiste na interpretação de processos como uma oposição de forças que, em geral, culmina em uma solução.

Data de atualização: 01/10/2018. O significado de Materialismo dialético está na categoria: Filosofia