Significado de Metáfora

Carla Muniz
Revisão por Carla MunizProfessora licenciada em Letras

O que é Metáfora:

Metáfora é uma figura de linguagem que consiste no uso de uma palavra ou expressão com o sentido de outra com a qual é possível estabelecer uma relação de analogia.

Para que a analogia possa ocorrer, devem existir elementos semânticos semelhantes entre as palavras ou expressões em questão.

A relação de semelhança entre dois termos ocasiona uma transferência de significados, estabelecida através de uma comparação implícita.

Exemplo de metáfora:

Minha prima é uma flor.

Ao lermos a frase acima, sabemos que ela não consiste em um discurso literal.

O emissor da mensagem estabelece uma comparação implícita de sua prima com uma flor e essa transferência de significados resulta em uma comunicação de sentido figurado.

Com isso, são atribuídas à prima características de uma flor: beleza, delicadeza, dentre outras.

A palavra metáfora, do grego metaphorá (mudança; transposição), pelo latim metaphŏra- (metáfora), permite a substituição de um termo por outro.

No exemplo referido, flor substituiu delicadeza.

Uso da metáfora

A metáfora é um recurso linguístico muito utilizado no dia a dia, importantíssimo na comunicação humana.

Seria praticamente impossível falar e pensar sem recorrer ao uso dessa figura de linguagem.

Já foi, inclusive, comprovado por pesquisa que, durante uma conversa, o ser humano usa em média 4 metáforas por minuto.

Muitas vezes as pessoas não querem ou não conseguem expressar o que realmente sentem. Assim, acabam por recorrer a frases com metáforas onde alguns sentidos ficam subentendidos.

A metáfora também é muito usada na veiculação de propagandas e em atividades de marketing, seja nos textos usados para anunciar um produto ou na simbologia utilizada para identificá-los.

rufflesAs publicidades da batata frita Ruffles apostam nas metáforas com a palavra onda.

Existe uma explicação para isso: o cérebro tem mais facilidade para memorizar inconscientemente uma metáfora. Desta forma, a aplicação de expressões metafóricas faz com que o consumidor memorize a publicidade de um produto mais facilmente.

Saiba mais sobre Figuras de Linguagem e Metáfora e Comparação.

Exemplos de metáforas

Veja abaixo alguns exemplos de frases que vão ajudar você a entender o que é metáfora.

Dar murro em ponta de faca.

faca

“Dar murro em ponta de faca” é um metáfora utilizada para fazer referência a uma situação onde alguém insiste em fazer algo que não traz resultados e que pode causar danos a si próprio.

Carregar o mundo nas costas.

mundonascostas

Trata-se de uma metáfora baseada na mitologia grega: Atlas foi castigado por Zeus e condenado a sustentar as colunas do céu, daí ser representado com a esfera celeste nos ombros.

O uso dessa metáfora estabelece uma comparação com pessoas que possuem muitas responsabilidades sobre si e que, eventualmente, aparentem um ar cansado e/ou transtornado como o de Atlas, que é sempre retratado com o rosto voltado para baixo.

A rosa de Hiroshima.

hiroshima

Rosa de Hiroshima é um poema escrito por Vinícius de Moraes, onde o autor estabelece uma metáfora entre o aspecto de uma rosa e o aspecto da bomba de Hiroshima quando ela explodiu.

Meu pensamento é um rio subterrâneo.

rio

A frase acima, de autoria de Fernando Pessoa, foi utilizada pelo autor para estabelecer uma analogia entre seu pensamento e um rio, eventualmente considerando que ambos compartilhem características como fluidez e profundidade, por exemplo.

Ela tem um coração de gelo.

gelo

A linguagem metafórica da frase acima estabelece uma comparação entre o gelo os sentimentos de uma pessoa insensível.

A relação análoga indica que a mesma frieza do gelo está presente no coração de pessoas que não demonstram seus sentimentos ou que são secas, duras e/ou desprovidas de afeto.

Fome de leão.

leao

Essa metáfora deixa subentendido que alguém está com muitíssima fome, ao ponto de ter o seu apetite comparado ao de um leão.

Conheça algumas Metáforas famosas e saiba o significado de Analogia.

Metáfora do Iceberg

A metáfora do iceberg baseia-se no fato de que muitas vezes a parte visível de um iceberg é muito pequena quando comparada com a parte que está submersa.

Essa metáfora tem sido muito usada para explicar vários fenômenos sociais, deixando subentendido que existe muito mais do que aquilo que se vê.

Também é frequente o uso dessa metáfora para descrever a mente humana: a parte que fica à superfície é a parte consciente, e a maior e submersa, é a parte relativa ao subconsciente do ser humano.

Esta expressão metafórica é comumente usada para fazer referência a um problema, deixando claro que ele pode ser bem mais complexo do que se imagina.

Exemplo de metáfora:

O desentendimento entre eles é apenas a ponta do iceberg.

A metáfora do iceberg pretende fazer com que as pessoas entendam que muitas vezes há mais verdade além do que os nossos olhos conseguem ver.

Através dela também podemos aprender que há muita coisa além do superficial e que muitas vezes essas coisas são mais importantes do que aquilo que está à superfície e é visível para todos.

Veja alguns exemplos de figuras de linguagem.

Metáfora da Vida Cotidiana

A Metáfora da Vida Cotidiana (em inglês: Metaphors We Live By) é um livro da autoria de George Lakoff e Mark Johnson.

Essa obra causou um grande impacto no mundo acadêmico e segundo Kanavillil Rajagopalan, já conquistou o lugar de "clássico".

George Lakoff e Mark Johnson abordam a metáfora e o seu impacto no ser humano. Com esse livro, eles desafiam a forma de pensar que classifica a metáfora como um simples enfeite do pensamento.

De acordo com os autores, o próprio pensamento e o desenvolvimento cognitivo do ser humano estão estruturados graças à metáfora, pois estão ligados à forma como vemos e aprendemos o mundo externo.

George e Mark afirmam que:

“A essência da metáfora é a compreensão e a experiência de uma coisa em termos de outra”.

Leia também os seguintes significados: Pleonasmo, Metáfora, Metonímia e Exemplos de metáfora.

Data de atualização: 24/09/2019.

Carla Muniz
Revisão por Carla Muniz
Professora, lexicógrafa, tradutora, produtora de conteúdos e revisora. Licenciada em Letras (Português, Inglês e Literaturas) pelas Faculdades Integradas Simonsen, em 2002.